Menu

Quem deixou para sacar PIS/Pasep em agosto terá ganho 8,97% maior

Os trabalhadores que não fizeram o saque do PIS/Pasep na primeira fase do calendário receberão os valores com acréscimo de 8,9741%, informou o Tesouro Nacional. 

Foto: Divulgação

O reajuste veio bem acima da inflação acumulada em 12 meses até junho, de 4,39%, segundo o IBGE, e em linha com o rendimento de 2017.

O governo liberou os saques das contas inativas para quem trabalhou com carteira assinada entre 1971 e 4 de outubro de 1988 e ainda não havia cumprido os critérios para retirar os valores acumulados. Até à nova regra, podia sacar quem tivesse 60 anos–limite criado no fim de 2017. Antes só poderia sacar o dinheiro quem completasse 70 anos, se aposentasse, tivesse doença grave ou invalidez ou fosse herdeiro de titular da conta. 

Na primeira fase, que ocorreu entre 18 e 29 de junho, poderiam retirar os recursos as pessoas entre 57 e 59 anos. Na divulgação da novidade, que visa estimular a economia, o governo recomendou que os cotistas aguardassem para sacar os valores em agosto e terem um ganho maior. Ao todo, apenas 21% não seguiram o conselho e tiraram o dinheiro.

Segundo cálculos da Caixa Econômica Federal , sem os rendimentos, cada trabalhador receberia, em média, R$ 1.370. Com a correção, o saque médio será de R$ 1.493.

No dia 8 de agosto, cotistas de todas as idades podem ter acesso ao valor, que cairá como crédito em conta para correntistas da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil. A partir do dia 14, o dinheiro poderá ser solicitado por beneficiários de todas as idades diretamente nas agências bancárias.

Com destakjornal




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados