Menu

Coleira em crianças divide opiniões: aceitável ou absurdo?

Coleira em crianças, você já viu em algum lugar? Essa prática tem dividido muitas opiniões. Trata-se de uma coleira, que pode ser usada no pulso, em forma de colete ou em uma mochila estilizada, o intuito é garantir que a criança não se afaste. Tem se tornado cada vez mais comum ver crianças com esse acessório.

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Há muitos que acham um absurdo e há aqueles que defendem o uso sob a justificativa de que crianças podem se perder facilmente dos pais, principalmente em caso de mais de uma criança.

Recentemente, a revista Pais & Filhos publicou uma matéria sobre o caso da Priscila Oliver, mãe do João, que publicou uma foto em um grupo de mães no Facebook, em que uma mãe passeava com trigêmeos de coleira no shopping. Muitas mulheres se manifestaram contra essa atitude, mas houve quem defendesse o uso como precaução.

Coleira em crianças – Está correto?

Alguns profissionais da psicologia defendem que utilizar coleiras pode prejudicar o aprendizado da criança em lidar com os limites impostos pelos pais ou demais cuidadores, já que é papel dos pais a imposição de limites e falar para a criança sobre o que pode ocorrer caso saia de perto.

O portal, Trocando Fraldas, explica que os pais jamais devem ceder às exigências das crianças, e em casos de birras, o ideal é que deixem a criança se acalmar sozinha, neste momento, não é indicado dar colo ou dizer qualquer palavra, já que sequer ouvirá.

Da fase de 1 a 3 anos, faz parte do desenvolvimento da criança contrariar em muitos momentos os pais, assim como ‘enfrentar’ quando recebem um não. O que especialistas costumam orientar em caso de birra é que os pais peçam para que a criança diga o que sentiu no momento de birra, para que aprenda até mesmo a diferenciar diferentes sentimentos como se está triste, nervosa, feliz, etc.

Estaria errado usar a coleira em alguns momentos?

Pessoas que condenam o uso de coleira em crianças comparam o uso do acessório com o usado em cães e acreditam que pais que usam coleiras nos filhos, fazem para não terem a ‘árdua’ tarefa de educar e de impor limites.

Já as pessoas que defendem o uso, ou já tiveram alguma experiência de criança que se perdeu ou sentem medo de que isso ocorra.

Com Daiana Barasa




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados