Menu

Bolsonaro chama manifestantes de “idiotas úteis” e “massa de manobra”

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) definiu os participantes das manifestações contrárias aos cortes promovidos pelo Governo na educação como “idiotas úteis” e “massa de manobra”. A opinião foi dada por ele nesta quarta-feira (15). Ainda segundo ele, o protesto é “natural” e ele afirma que “a maioria ali (na manifestação) é militante”.

Bolsonaro chama manifestantes de “idiotas úteis” e “massa de manobra”./ Foto: ReproduçãoBolsonaro chama manifestantes de “idiotas úteis” e “massa de manobra”./ Foto: Reprodução

Bolsonaro, que está em viagem oficial na cidade de Dallas, nos Estados Unidos, comentou que “se você perguntar a fórmula da água, não sabe, não sabe nada. São uns idiotas úteis que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo das universidades federais”.

Até o momento, ao menos 75 universidades e institutos federais confirmaram participação nos protestos. Alguns deles aconteceram pela manhã, mas a maioria vai às ruas no período vespertino.

“Na verdade não existe corte, o que houve é um problema que a gente pegou o Brasil destruído economicamente, com baixa nas arrecadações, afetando a previsão de quem faz o orçamento e se não tiver esse contingenciamento eu simplesmente entro contra a lei de responsabilidade fiscal”, disse o presidente em justificativa à decisão tomada de diminuir os repasses para as instituições de ensino.

Com Estado de São Paulo




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados