Menu

Sete Lagoas > Notícias > Brasil

Petroleiros e sem-terra ocupam ministério em protesto contra privatizações

  • Categoria: Brasil

Petroleiros e sem-terra ocupam ministério em protesto contra privatizações 

Brasília - Cerca de 250 integrantes da Via Campesina, Assembléia Popular e Sindicato dos Petroleiros ocupam o térreo do prédio do Ministério de Minas e Energia, na manhã de hoje (15), em protesto contra a 10ª Rodada de Licitações de Blocos para Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural, marcada para o dia 18 de dezembro.
Os trabalhadores querem uma audiência com o ministro Edison Lobão. O ato faz parte de uma jornada de lutas contra a privatização do petróleo. Estão previstas outras atividades esta semana como um ato político-cultural na Candelária, no Rio de Janeiro.

Segundo assessoria de imprensa do ministério, os manifestantes devem ser recebidos pelo ministro de Minas e Energia às 9h.

De acordo com a representante da coordenação nacional da Via Campesina Brasil, Maria José da Costa, a finalidade é protestar contra a falta de posicionamento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em discutir a destinação dos recursos do pré-sal com a sociedade. Por isso, deveria cancelar os leilões de petróleo e gás, marcados para o segunda quinzena.

“O presidente Lula prometeu que iria cancelar os leilões e iria chamar o povo brasileiro em plebiscito para poder se discutir para onde iria o dinheiro [da exploração da camada Pré-sal].”

Segundo Maria, a verba deveria ser destinada à Saúde, Educação, Agricultura para concretizar o desenvolvimento brasileiro.

O representante dos petroleiros, Manuel Cancela, defende a mudança no marco regulatório dos leilões, pois “o Brasil descobriu um tesouro com reservas gigantes e, se não for feita nenhuma mudança, as futuras gerações vão fazer cobranças sobre a destinação dos recursos”.

Links patrocinados