Menu

Após um ano, pacientes de hemodiálise celebram novos equipamentos e conforto no tratamento

Há cinco anos, os rins do aposentado Manoel Luiz Gonçalves, o Seu Manoel, pararam de funcionar devido ao uso excessivo de antibióticos para tratar a Gota – um tipo de artrite que ocorre quando o ácido úrico se acumula no sangue e causa inflamação nas articulações. Em março de 2012, ele começou a fazer tratamento de hemodiálise no NefroVida do Hospital Nossa Senhora das Graças três vezes por semana, em sessões que duram em média quatro horas. Na rotina de tratamento, uma situação recorrente prejudicava Seu Manoel: as máquinas de hemodiálise, já antigas, apresentavam problemas frequentes e precisavam ser desativadas para passar por manutenções. “Aconteceu de eu chegar lá e a máquina estar quebrada, voltar e ter que fazer no outro dia. E aconteceu também de eu ficar esperando uma hora, uma hora e pouco para poder terminar de arrumar a máquina”, conta o aposentado.

Cerimônia de entrega das 12 novas máquinas de hemodiálise, realizada em julho de 2016 / Foto: DivulgaçãoCerimônia de entrega das 12 novas máquinas de hemodiálise, realizada em julho de 2016 / Foto: Divulgação

Essa situação mudou há um ano, quando o deputado estadual Douglas Melo fez uma indicação parlamentar no valor de R$ 600 mil para a compra de 12 novas máquinas de hemodiálise. O recurso foi liberado pela Secretaria de Estado de Saúde no dia 18 de maio e a cerimônia de entrega das máquinas aconteceu no dia 1º de julho. O novo equipamento veio para substituir máquinas antigas, reduzindo, assim, o tempo de ociosidade e melhorando o atendimento aos pacientes. Seu Manoel notou a diferença: “Hoje você não vê mais mecânicos na hemodiálise. Melhorou 100%. Eu queria agradecer o Douglas Melo porque ele nos ajudou demais. Infelizmente, se não tivessem essas máquinas, eu acho que estaria muito pior, porque não teria condições de atender o tanto de gente que está atendendo agora sem dar problema”. 

No total, o NefroVida do Hospital Nossa Senhora das Graças possui 36 máquinas de hemodiálise que atendem uma média de 200 pacientes. Por ano, são realizadas aproximadamente 28 mil sessões em pacientes do SUS.

Novas máquinas de hemodiálise, entregues através de indicação parlamentar do deputado Douglas Melo / Foto: DivulgaçãoNovas máquinas de hemodiálise, entregues através de indicação parlamentar do deputado Douglas Melo / Foto: Divulgação

Para o deputado Douglas Melo, os novos equipamentos mudaram a realidade das pessoas que necessitam do tratamento. “A hemodiálise já é um tratamento doloroso e desgastante. As novas máquinas dão mais conforto para esses pacientes. Para mim é muito gratificante ver que nosso trabalho tem melhorado a vida das pessoas. Essa é a nossa obrigação. E continuaremos lutando pela nossa saúde”, disse.


Da Redação com Ascom Douglas Melo



Publicidade
Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar