Menu

Prefeitura de Sete Lagoas recomeça operação tapa-buracos com várias turmas de trabalho

A Prefeitura de Sete Lagoas retomou com força total a operação tapa-buracos. O serviço coordenado pela Secretaria Municipal de Obras está sendo realizado pela empresa Abreu e França, vencedora do processo licitatório, que desde a última segunda-feira disponibilizou seis turmas para o trabalho.

Foto: AsCom PMSLFoto: AsCom PMSL

Inicialmente foi necessária a concentração da operação na região do bairro Mangabeiras, onde o serviço foi interrompido ao final do último contrato assinado pela Prefeitura. Agora, o cronograma vai atender vias de grande circulação de veículos. “Vamos concentrar nas vias consideradas arteriais. As avenidas Castelo Branco, Prefeito Alberto Moura (Perimetral) e Professor Abeylard, por exemplo, cortam diversos bairros e ainda recebem um trânsito pesado”, explica Vitor Dias Campos, secretário municipal de Obras.

Vitor Dias reforça que durante outras fases da operação, durante este mandato, vários bairros receberam as equipes, porém a má qualidade das pistas gera uma necessidade contínua de reparos. “O orçamento atual permite apenas o investimento em tapa-buracos, porém o ideal seria o completo recapeamento das vias que exige um alto investimento”, completa.

Para atacar pontualmente os locais mais críticos, a Secretaria de Obras, monitora todos os pedidos que chegam diariamente por meio do telefone 3773-8019. Com isso as equipes são direcionadas para locais estratégicos e de maior risco.

Vitor Dias também ressalta a inviabilidade de execução da operação em momentos de chuva. “Despejar asfalto quente no solo com umidade é desperdiçar dinheiro público. É preciso a estiagem para garantir o serviço bem feito”, completa. Nesta etapa da tapa-buracos serão utilizadas 2.200 toneladas de asfalto. “Acredito que vamos entrar no período de chuvas constantes com a situação mais controlada. Iniciaremos 2019 com um cenário bem melhor do que foi o deste ano”, finalizou o secretário de Obras.

Foto: AsCom PMSLFoto: AsCom PMSL

SAAE – O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) também iniciou sua operação. A autarquia é responsável, exclusivamente, por tapar as valas abertas durante alguma execução de serviço. A expectativa é aplicar 30 toneladas de massa asfáltica por dia. A empresa responsável por este contrato é a Samasa. Serão priorizadas a região central, avenidas arteriais e as principais vias que recebem o transporte coletivo e importantes corredores de tráfego. Depois a operação será estendida aos bairros da cidade.

Com AsCom PMSL




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados