Menu

Turi Sete Lagoas participa do lançamento da Campanha Outubro Rosa em parceria com Secretaria Municipal de Saúde

A Turi Sete Lagoas, por mais um ano consecutivo, está apoiando a Campanha Outubro Rosa, que neste ano, será lembrada juntamente ao “Novembro Azul”, que tem foco na saúde do homem. Um ônibus, plotado com as cores das campanhas, já está circulando pela cidade. 

 Um ônibus, plotado com as cores das campanhas, já está circulando pela cidade/ Foto: Ascom PMSL Um ônibus, plotado com as cores das campanhas, já está circulando pela cidade/ Foto: Ascom PMSL

O veículo, além de servir como reforço no apelo para a prevenção contra o câncer de mama e de próstata, também fará o transporte das pacientes das unidades de saúde ao CEAE (Centro Estadual de Atenção Especializada), onde o exame de mamografia é realizado. 

Excepcionalmente, neste mês, a unidade funcionará aos sábados para que seja possível aumentar a oferta de exames e, ainda, atender às pacientes que, por motivos profissionais, não podem se ausentar do trabalho durante os dias úteis para se submeterem aos exames.

A campanha

Com objetivo de conscientizar a população sobre a importância da prevenção no combate ao câncer de mama, a Prefeitura Municipal de Sete Lagoas, através da Secretaria Municipal de Saúde, lançou na última sexta-feira (5), a tradicional campanha “Outubro Rosa”.

O evento foi realizado no CEAE, no bairro Progresso e contou com a participação do Secretário Municipal de Saúde, Magnus Eduardo Oliveira da Silva e dezenas de convidados. 

O secretário falou das dificuldades que o município vem passando com a falta de repasses por parte do governo do Estado. “A dívida do governo do Estado só com a área de saúde de Sete Lagoas, chegou a R$ 100 milhões na quinta-feira, dia 4. Mesmo com essa falta de repasse, estamos cumprindo com a nossa obrigação de manter as ações voltadas para todos os setores da área de saúde como atenção primária, secundária e terciária, além de ações específicas para a prevenção da saúde da mulher, como o exame de mamografia”, disse. 

Meta

Atendendo a uma população estimada de 600 mil pessoas na microrregião de Sete Lagoas, que é composta por 23 municípios, o objetivo da Secretaria Municipal de Saúde é chegar a mil exames de mamografia nesse Outubro Rosa. A média mensal gira em torno de 600 exames. “Esses exames são feitos através de agendamento prévio em todas as unidades de saúde. Reforçamos o pedido para que as pessoas que fizerem o agendamento não deixem de comparecer. Caso não possam comparecer, que liguem e avisem para que outras pessoas possam ser chamas no seu lugar. Hoje, infelizmente, temos uma média de 20% dos agendados como faltosos. Isso faz com que outras mulheres que precisam do exame fiquem prejudicadas”, finalizou o secretário.

Parceria

Um dos pontos altos da abertura oficial do Outubro Rosa foi a atuação do Grupo Viva a Vida, fundado há onze anos, e que é um grande suporte para as vítimas da doença. Hoje contando com cerca de 70 mulheres vítimas do câncer de mama, esse grupo é coordenado pela fisioterapeuta Ana Paula Soares Dias. 

“Consideramos uma família com cerca de 70 mulheres participando nos nossos encontros que acontecem duas vezes por semana no espaço da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB). Trabalhamos tanto a parte física quando o emocional dessas mulheres que estão buscando superar as sequelas em decorrências das cirurgias”, explica Ana Paula.

O exame

Para saber se você está na faixa etária ou pertence a algum grupo de risco que indique a realização da mamografia, compareça à unidade de saúde mais próxima de sua casa.

O Grupo Viva a Vida é um grande suporte para as vítimas do câncer de mama/ Foto: Ascom PMSLO Grupo Viva a Vida é um grande suporte para as vítimas do câncer de mama/ Foto: Ascom PMSL

 Com AsCom PMSL

 

Turi Sete Lagoas participa do lançamento da Campanha Outubro Rosa em parceria com Secretaria Municipal de Saúde

A Turi Sete Lagoas, por mais um ano consecutivo, está apoiando a Campanha Outubro Rosa, que neste ano, será lembrada juntamente ao “Novembro Azul”, que tem foco na saúde do homem. Um ônibus, plotado com as cores das campanhas, já está circulando pela cidade. O veículo, além de servir como reforço no apelo para a prevenção contra o câncer de mama e de próstata, também fará o transporte das pacientes das unidades de saúde ao CEAE (Centro Estadual de Atenção Especializada), onde o exame de mamografia é realizado.

Excepcionalmente, neste mês, a unidade funcionará aos sábados para que seja possível aumentar a oferta de exames e, ainda, atender às pacientes que, por motivos profissionais, não podem se ausentar do trabalho durante os dias úteis para se submeterem aos exames.

A campanha

Com objetivo de conscientizar a população sobre a importância da prevenção no combate ao câncer de mama, a Prefeitura Municipal de Sete Lagoas, através da Secretaria Municipal de Saúde, lançou na última sexta-feira (5), a tradicional campanha “Outubro Rosa”.

O evento foi realizado no CEAE, no bairro Progresso e contou com a participação do Secretário Municipal de Saúde, Magnus Eduardo Oliveira da Silva e dezenas de convidados.

O secretário falou das dificuldades que o município vem passando com a falta de repasses por parte do governo do Estado. “A dívida do governo do Estado só com a área de saúde de Sete Lagoas, chegou a R$ 100 milhões na quinta-feira, dia 4. Mesmo com essa falta de repasse, estamos cumprindo com a nossa obrigação de manter as ações voltadas para todos os setores da área de saúde como atenção primária, secundária e terciária, além de ações específicas para a prevenção da saúde da mulher, como o exame de mamografia”, disse.

Meta

Atendendo a uma população estimada de 600 mil pessoas na microrregião de Sete Lagoas, que é composta por 23 municípios, o objetivo da Secretaria Municipal de Saúde é chegar a mil exames de mamografia nesse Outubro Rosa. A média mensal gira em torno de 600 exames. “Esses exames são feitos através de agendamento prévio em todas as unidades de saúde. Reforçamos o pedido para que as pessoas que fizerem o agendamento não deixem de comparecer. Caso não possam comparecer, que liguem e avisem para que outras pessoas possam ser chamas no seu lugar. Hoje, infelizmente, temos uma média de 20% dos agendados como faltosos. Isso faz com que outras mulheres que precisam do exame fiquem prejudicadas”, finalizou o secretário.

Parceria

Um dos pontos altos da abertura oficial do Outubro Rosa foi a atuação do Grupo Viva a Vida, fundado há onze anos, e que é um grande suporte para as vítimas da doença. Hoje contando com cerca de 70 mulheres vítimas do câncer de mama, esse grupo é coordenado pela fisioterapeuta Ana Paula Soares Dias. “Consideramos uma família com cerca de 70 mulheres participando nos nossos encontros que acontecem duas vezes por semana no espaço da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB). Trabalhamos tanto a parte física quando o emocional dessas mulheres que estão buscando superar as sequelas em decorrências das cirurgias”, explica Ana Paula.

O exame

Para saber se você está na faixa etária ou pertence a algum grupo de risco que indique a realização da mamografia, compareça à unidade de saúde mais próxima de sua casa.

 

 




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados