Menu

Sete Lagoas > Notícias > Cidades

Antigo estádio do Democrata vai dar lugar a hipermercado

  • Categoria: Cidades
Começaram esta semana as obras do futuro hipermercado Bretas que vai ocupar o antigo campo do Democrata, na rua José Duarte de Paiva, bairro Santa Luzia, com previsão de inauguração em junho. Máquinas já demoliram as arquibancadas e o local que dava lugar às cabines de imprensa.
Esta será uma das maiores lojas da rede Bretas no país, com amplo estacionamento e um leque de produtos diferenciados nessa região central do Estado. Com sede administrativa em Contagem (MG), a rede Bretas tem origem na cidade de Santa Maria de Itabira, tem mais de 50 anos de tradição, ocupando atualmente a 7ª posição no ranking dos maiores supermercadistas do Brasil.

Da redação

Vereador propõe o OP em Sete Lagoas

  • Categoria: Cidades

Foi aprovado por unanimidade o anteprojeto de lei que dispõe sobre a criação do orçamento participativo em Sete Lagoas. A proposta é do vereador Dalton Andrade (PT) e, se retornar à Câmara Municipal como Projeto de Lei, a população terá a oportunidade de definir e escolher obras prioritárias a serem executadas pela Prefeitura Municipal. Segundo o vereador, o orçamento participativo dispõe de até 3% dos recursos oriundos dos cofres públicos. “Diversas são as demandas sociais, crescente é a necessidade de incrementar o investimento de dinheiro público em obras que vão, certamente, beneficiar a maioria da população”, acredita Dalton.

Para melhor planejamento, organização e realização do Orçamento Participativo, Sete Lagoas foi dividida em 18 regiões administrativas, baseado no parâmetro já estabelecido e utilizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em cada região administrativa a população escolherá, em audiência pública, duas obras prioritárias. Conforme a proposta, terá direito de participar das audiências e votar todo cidadão com idade igual ou superior a 16 anos. “O conjunto de obras e serviços prioritários definido em todas as consultas públicas será levado à discussão e votação em Assembléia Geral do Orçamento Participativo, que então definirá as metas tidas como necessárias e prioritárias para o município de Sete Lagoas”, explica o vereador.

A discussão e votação das metas prioritárias entendidas pela população vão observar os seguintes setores: educação, saúde, geração de emprego e renda, meio ambiente, saneamento básico, transportes, cultura, esporte e lazer. A fim de fomentar a população, a Prefeitura de Sete Lagoas, como defende Dalton Andrade, deverá promover ampla divulgação do orçamento participativo, suas etapas de realização, a forma de participação e o montante de recursos destinados à execução das obras a constarem no orçamento do município. “Destaque-se a legitimidade conferida ao orçamento participativo pela experiência vivida por centenas de cidades brasileiras a partir da década de 80. Dentre elas, podem-se destacar Porto Alegre, Belém, Belo Horizonte e Ipatinga. Trata-se da expressa vontade soberana da população, uma relação de proximidade entre representantes e representados. Isso é democracia”, finaliza Dalton.


Celso Martinelli

 
 
 

Links patrocinados