;
Menu

Sete Lagoas > Notícias > Cidades

Fiemg realiza workshop de lançamento de programa sobre regulação ambiental

  • Categoria: Cidades

A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) vai realizar no dia 6 de abril o workshop de lançamento do programa de Fiscalização Ambiental Preventiva na Indústria (FAPI). O evento acontecerá às 8h, na Associação Comercial e Industrial de Sete Lagoas (Rua Nicola Lanza, 140, Centro).

Workshop será realizado no dia 6 de abril na ACI (Rua Nicola Lanza, 140, Centro) / Foto: DivulgaçãoWorkshop será realizado no dia 6 de abril na ACI (Rua Nicola Lanza, 140, Centro) / Foto: Divulgação

O programa tem como objetivo informar e sensibilizar as indústrias mineiras sobre a importância de se obter a regulação ambiental de seus empreendimentos. No workshop, empresários poderão entender o processo de fiscalização ambiental para evitar autuações futuras.

O evento é gratuito e aberto ao público. Clique aqui para se inscrever.

Confira a programação:

8h às 8h30 - Café de boas vindas

8h30 às 8h50 - Abertura:
Representante da FIEMG Regional Rio Doce (a definir)
Leonardo Tadeu Rocha, Superintendente da Supram Central Metropolitana

8h50 às 9h50
A importância da Fiscalização na Gestão Ambiental das Indústrias
Wagner Soares Costa, Gerente de Meio Ambiente da FIEMG

9h50 às 10h30
Fiscalização Ambiental na Indústria
Marcelo da Fonseca, Superintendente de Estratégia e Fiscalização Ambiental da SEMAD

10h30 às 11h
Como regularizar sua atividade
Eliana, Diretora Técnica da Supram Central Metropolitana

11h às 11h30 - Debate


Da Redação

ACI propõe ação coletiva em prol do desenvolvimento do município

  • Categoria: Cidades

“Temos muitas oportunidades para realizar um trabalho mais direto e mais incisivo para mudar a realidade de nossa cidade para melhor. Basta que abracemos esta ideia e que aproveitemos todas as oportunidades que já estão abertas à nossa participação.”

Esse foi o chamado feito pelo presidente da ACI, Flávio Fonseca, durante a 1ª reunião ordinária de diretoria da ACI de 2017, realizada nessa terça-feira (21), na sede da entidade, depois de mostrar que existem hoje ações em andamento que ampliaram (e ampliarão ainda mais) os canais de ação direta de empresários dispostos a apresentar ideias e “arregaçar as mangas” para agir em prol do desenvolvimento do município.

Presidente da ACI, Flávio Fonseca / Foto Divulgação: Ascom ACIPresidente da ACI, Flávio Fonseca / Foto Divulgação: Ascom ACI

“Estamos caminhando para a criação de uma Agência de Desenvolvimento de Sete Lagoas e com ela pretendemos agrupar ideias da coletividade e propor linhas de desenvolvimento para a cidade, além dos planos de ação para realizá-las”, disse o presidente da ACI. “Vamos trabalhar em conjunto com o CDL e o Sindcomércio, com as universidades locais, com outras entidades e criar um organismo ativo de colaboração com o poder público, para o encaminhamento e cobrança social dessas políticas e projetos”, afirmou. “Essa agência deve ser um projeto da comunidade sete-lagoana”.

Flávio Fonseca disse que existe hoje uma grande expectativa popular de ação e resultados. “A nova administração municipal precisa de ajuda. Existem dezenas de problemas a resolver e são precisos boas ideias e bons projetos”, comentou. “A ACI tem assento em todos os Conselhos Municipais, que são deliberativos, e é onde podemos agregar valor com nossa experiência administrativa e nosso conhecimento da cidade”, disse ele aos diretores presentes, conclamando-os à ação.

“A atual administração está aberta à participação social por meio de sugestões concretas”, mencionou. Ele lembrou que o atual Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo da cidade, Bruno Violante, foi uma indicação ao prefeito feita pela ACI, parte de uma lista tríplice que ainda trazia nomes indicados pela CDL e do Sindcomércio.

Entre vários exemplos de como os empresários podem contribuir, Fonseca ressaltou que em 2017 Sete Lagoas completa 150 anos de fundação e que esta data festiva especial pode ser uma “alavanca” para iniciativas de turismo e comércio. “Existe um grupo reunido pela ACI que está discutindo propostas de ativação do turismo na cidade para enviar à Prefeitura”, revelou.


Da Redação com Ascom ACI