;
Menu

Ancine investe R$ 10 milhões em projetos de games

A Agência Nacional do Cinema (Ancine) vai investir, por meio do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), R$ 10 milhões em projetos de games. A pasta abriu edital para as inscrições de candidatos na Chamada Pública Prodav 14/2017, que vai selecionar 22 propostas de produção de jogos eletrônicos para exploração comercial em consoles, computadores ou dispositivos móveis.

As inscrições vão até as 18h do dia 3 de julho de 2017 no site (http://ancine.brde.com.br/ancine/login.asp), através do preenchimento do formulário. Acesse aqui o edital

Podem participar projetos em qualquer etapa de produção, desde que o jogo não tenha sido lançado comercialmente. Cada proponente pode apresentar apenas um projeto e deve fazer a opção pela categoria em que deseja concorrer no momento da inscrição.

As inscrições vão até o dia 3 de julho de 2017 / Foto Ilustrativa: tudocelular.comAs inscrições vão até o dia 3 de julho de 2017 / Foto Ilustrativa: tudocelular.com

Os recursos serão distribuídos em três categorias. A categoria C contemplará projetos com até R$ 250 mil; a categoria B, de até R$ 500 mil; e a categoria A, de até R$ 1 milhão. A previsão é de seleção de dois projetos na categoria A, 12 na categoria B, e oito na categoria C.

Poderão apresentar propostas empresas produtoras audiovisuais e desenvolvedoras de jogos eletrônicos registradas e classificadas na Agência Nacional do Cinema (Ancine) como agente econômico brasileiro independente.

As empresas desenvolvedoras de jogos eletrônicos deverão possuir atividade econômica reconhecida na Classificação Nacional de Atividades Econômicas (Cnae) como desenvolvimento de programas de computador sob encomenda; desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis; ou desenvolvimento e licenciamento de programas de computador não customizáveis.

O processo de seleção levará em conta ainda as reservas mínimas de 30% dos recursos para projetos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e 10% para projetos da região Sul e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Assim como na primeira edição, todas as propostas classificadas para a fase de defesa oral poderão se candidatar aos recursos do Procult/BNDES, de acordo com as regras específicas do Programa.

Da Redação com Portal Brasil



Publicidade
Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar