Menu

Governo de Minas anuncia 100 mil vagas para designados em 2018

Profissionais interessados em ocupar vagas em escolas estaduais de Minas Gerais podem se inscrever no processo de designação, a partir desta quarta-feira (25) Os interessados têm até o dia 10 de novembro para se candidatarem pelo site www.designaeducacao.mg.gov.br.

Governo de Minas anuncia 100 mil vagas para designados em 2018/Foto: Charles silva Duarte/OTGoverno de Minas anuncia 100 mil vagas para designados em 2018/Foto: Charles silva Duarte/OT

Serão preenchidos cerca de 100 mil postos, sendo que cerca de 70% deles serão ocupados por professores. A divulgação da classificação está prevista para o dia 22 do mês que vem.

Há vagas também para auxiliar de serviços gerais, assistente técnico (para atuar na secretaria), especialista em educação – supervisor e orientador, entre outros.

Os salários variam entre R$ 1.128,76 (para auxiliar de serviços gerais e porteiro) até R$ 2.669,55 (assistentes sociais e psicólogos.Os postos de trabalho estão disponíveis em 852 cidades do Estado. Só não há escola estadual em Serra da Saudade, na região do Alto Paranaíba – Minas tem 853 municípios.

Inscrição automática

A secretária de Estado de Educação Macaé Evaristo explicou que aquelas pessoas que já foram aprovadas em algum concurso público, mas não foram nomeadas, serão inscritas automaticamente – no cargo e cidade para os quais prestaram concurso.

Entretanto, esses candidatos devem conferir os dados no site.

Além disso, eles podem se candidatar a outros dois cargos. Todos os interessados podem concorrer a três vagas diferentes.

Critérios para nomeação

A secretária de Estado de Educação, Macaé Evaristo, explicou que são levados em consideração quatro critérios no momento de definir quais interessados vão ocupar os cerca de 100 mil cargos em escolas estaduais de Minas.

“O primeiro critério é a pessoa aprovada em concurso público na localidade. O segundo, a pessoa aprovada em concurso, de outra localidade. E, depois, aquelas pessoas que têm a formação exigida e mais tempo de serviço”, disse Macaé.

Segundo ela, o objetivo é preencher os cargos vagos e os temporariamente desocupados como por licença-médica e licença-maternidade.

Da Redação com OT



Publicidade
Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar