Menu

Mais um edital com 400 vagas foi autorizado para o Concurso IBGE 2019

O Ministério da Economia autorizou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a abrir um novo edital para o preenchimento de 400 vagas no cargo de Analista Censitário. A portaria de autorização foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira, 30 de abril.

Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

Os analistas censitários poderão ser contratados a partir de setembro de 2019 para atuarem nas etapas de planejamento, acompanhamento e suporte especializado, relativas ao Censo Demográfico 2020. De acordo com o documento autorizativo, o prazo para a publicação do edital de abertura de inscrições para o processo seletivo simplificado será de até 6 (seis) meses, contado a partir da publicação da portaria, ou seja, até 30 de outubro de 2019.

O prazo de duração dos contratos será de até 1 (um) ano.

IBGE tem outros editais autorizados

No dia 25 de março, o Ministério da Economia também autorizou o IBGE a abrir um novo edital. Na ocasião, foram liberadas 209 vagas, distribuídas entre os cargos de Agente Censitário Municipal, Agente Censitário Supervisor e Recenseador. Este concurso está previsto para sair no dia 15 de maio. A organizadora será o IBADE.

Função

Agente Censitário Municipal – Nível Médio: 4 vagas.

Agente Censitário Supervisor – Nível Médio: 25 vagas.

Recenseador – Nível Fundamental: 180 vagas.

Total: 209 vagas.

O projeto básico disponibilizado pelo IBGE informa que haverá um outro concurso para 2.250 vagas temporárias, todas voltadas para a fase de planejamento do Censo.

As 209 vagas autorizadas em março serão para preenchimento em Poços de Caldas (MG). Já as 2.250 vagas serão distribuídas entre os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal. Desse edital, serão 1.450 vagas para coordenador censitário de subárea e 800 para agente censitário operacional. Ambos os cargos têm requisito de ensino médio completo. Os aprovados nesse edital serão direcionados para o planejamento do Censo Demográfico de 2020.

O grande quantitativo de vagas, no entanto, será para atuação na fase de coleta do Censo Demográfico. Para este certame deverão ser abertas nada menos que 250 mil vagas.

O edital com 2.250 vagas contará com 1.450 vagas para coordenador censitário de subárea e 800 para agente censitário operacional. Os salários chegam a R$4.000,00 e R$1.800,00, respectivamente. Os contratos serão assinados por 12 meses.

Os candidatos serão avaliados por provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório. Os exames serão aplicados em 1.091 municípios com vagas no concurso. Haverá ainda, a possibilidade de escolher a cidade que a prova será realizada, podendo ser diverso da lotação a que concorre.

A avaliação contará com 60 questões, distribuídas da seguinte forma:

Coordenador censitário de subárea: Língua Portuguesa (15 questões), Noções de Administração e situações gerenciais (35 questões) e Raciocínio Lógico (10 questões).

Agente censitário operacional: Língua Portuguesa (15 questões), Raciocínio Lógico (10 questões) e Noções de Administração (35 questões).

Com Notícias Concursos




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados