Menu

El'son da Terra volta à cena com quarto CD da carreira e show de lançamento

O "cristo cósmico" está de volta. Exatos sete anos depois, o cantor e compositor El'son da Terra lança seu terceiro disco autoral da carreira: 7.777. Neste sábado (7), o público poderá conferir as novidades sonoras que compõem seu novo trabalho, à venda em Sete Lagoas no Black Bar (R. Santa Ediges, 56, Braz Filizola), Bar Casa da Árvore (Orla da Lagoa do Boa Vista), Lago Cell (R. Antônio Olinto, 844), Shot Music Bar (R. Dr. Pena, 156), Barbearia Seven Lakes (Av. Vila Lobos, 35), Opinião Pub (R. Antônio Olinto, 841) eAçukarado (Rodoviária).

Foto: Gabie Linhares

Enérgica. Transcendental. Eletrizante. Estes são alguns adjetivos que denominam as apresentações do cantor e compositor El’son da Terra. O artista lança seu novo trabalho em show no Opinião Pub, no dia 28 de julho, às 23h. Os ingressos a R$15 dão direito ao novo CD, com sete músicas autorais. Entre as novas canções, duas já se tornaram hinos dos fãs: a agitada "Rosas na Abandonada Encruzilhada" e a balada "É o Orgulho", apresentadas nos últimos shows do artista.

Novo trabalho

El'son e banda estão mais afinados do que nunca. Para construir o novo material, o "Cristo Cósmico" setelagoano convocou uma nova equipe para reforçar o time. Além dos músicos que já o acompanham há alguns anos, como Sérgio DT na bateria e Marcão Avellar no baixo, agora integra a banda o guitarrista Thiago Dionísio. A produção do novo disco contou também com as experiências de Giuliano Fernandes, Ricardo Pit Blues, Gregory Yoham, Júlio Mota, Thiago Marinho e Fred Calazans, do Studio Nordo, onde foram realizadas as gravações.

As músicas do novo trabalho surgiram, segundo o artista, com a bagagem de informações que diz ter colhido durante o hiato de sete anos desde o último álbum. "Fui investigar sobre as relações das forças dentro da psiquê, entender esses lados mais distantes e ocultos da nossa personalidade, fonte de extremas forças que nos amplificam", filosofa. "Foram nove ciclos dantescos em um caos muito prazeroso", completa. "Falo das forças que fazem essa relação entre os homens e os deuses", revela.

Foto: Gabie Linhares

Carreira

Com 19 anos de carreira, somando os tempos de Mamacadela (sete anos) e uma rápida passagem pela banda Estrela de Fogo, o artista já contava com os CDs em carreira solo "Sete", "O louco e suas contra versões" (de covers) e "O cristo cósmico", todos disponíveis para download gratuito em seu site www.elsondaterra.com.br. "São muitas missões, muitas personalidades, sempre mesclando com a personalidade do artista", admite.

Mas o que o público pode esperar desse novo El'son da Terra? "Nem eu mesmo sei, irmão. Só sei que estamos trabalhando com uma química sonora muito diferente", diz. Quanto ao show do dia 28, o público pode esperar o mesmo El'son de sempre. "O que nós fazemos no palco é catalizar o que o consciente coletivo emana. Somos médiuns do rock", sentencia. Aos poucos o "cristo cósmico" vai retomando os espaços que lhe pertencem: o palco, os corações e as mentes dos fãs do bom, velho e transcendental rock'n'roll.

Com Ascom El'son da Terra




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados