Menu

Cruzeiro vence América com gol solitário e assume a ponta do Mineiro

Confirmando a excelente fase do clube neste início de temporada, após 12 jogos são 11 vitórias e um empate, o Cruzeiro venceu o América por 1 a 0 na tarde deste domingo, na Arena Independência, em clássico válido pela sétima rodada do Campeonato Mineiro.

Rafael Sobis fez o único gol do clássico/Foto: OTempoRafael Sobis fez o único gol do clássico/Foto: OTempo

O atacante Rafael Sóbis, de pênalti fez o gol da Raposa, que com o resultado chegou aos 19 pontos, um a mais que o Atlético, que na noite desta segunda-feira vai enfrentar o Tupi, e assumiu provisoriamente a liderança do Estadual.

Com o resultado negativo no clássico, o América teve encerrada uma sequência de dez jogos sem derrotas do clube no Independência e aumentou a pressão sobre a equipe, que volta a campo no próximo domingo, em Teófilo Otoni, para enfrentar o América-TO. No entanto, mesmo com a derrota, o América se manteve no G-4 por causa do empate da URT e a derrota do Uberlândia

Pelo Campeonato Mineiro, o Cruzeiro vai receber o Tombense, no próximo domingo, no Mineirão. Antes, na quarta-feira, a Raposa encara o Murici-AL, também no Gigante da Pampulha, no jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil.

O jogo

Apoiado por sua torcida, o Cruzeiro começou melhor a partida com mais posse de bola e chegando em velocidade ao ataque, dificultando a marcação do América, que iniciou o jogo com três zagueiros.

Aos 6 min, no primeiro lance de perigo do Cruzeiro no jogo, o meia Thiago Neves cruzou da esquerda, mas Robinho não chegou a tempo de finalizar. Infiltrado no meio da torcida americana, um torcedor cruzeirense comemorou o lance e foi retirado pela Polícia Militar.

O Cruzeiro abriu o placar aos 16 min. O atacante Rafael Sóbis entrou na área e foi derrubado pelo zagueiro Renato Justi. Depois de muita reclamação dos jogadores americanos, Sóbis bateu a penalidade para deixar a Raposa em vantagem. Foi o sétimo gol do jogador celeste nesta temporada.

O segundo tempo do clássico foi disputado de maneira muito intensa. Com Gustavo Blanco assumindo a responsabilidade por distribuir as jogadas, o América começou o jogo pressionando o Cruzeiro, que tinha a proposta de tentar ampliar a vantagem nos contra-ataques.

O Coelho criou chances seguidas em finalizações de Renan Oliveira e Hugo Almeida, mas o goleiro Rafael fez grandes defesas para evitar a igualdade no placar. O alviverde até que pressionou a Raposa, mas não conseguiu o gol da igualdade.

Da Redação com OTempo



Publicidade
Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar