;
Menu

Atlético encara o Tupi para recuperar a liderança do Mineiro

Passada a euforia da estreia na Copa Libertadores, é hora de virar a chave e voltar as atenções para a disputa do Estadual. Nesta segunda-feira (13), às 20h, no Independência, o Atlético recebe o Tupi, pela sétima rodada do Campeonato Mineiro, iniciando uma sequência de cinco jogos pela torneio regional, antes de pensar novamente no campeonato sul-americano. O Galo ainda busca voltar ao topo da tabela, após ser ultrapassado pelo rival, nesse domingo (12).

Galo enfrenta Tupi para buscar topo da tabela novamente/Foto: OTempoGalo enfrenta Tupi para buscar topo da tabela novamente/Foto: OTempo

É por isso que o Atlético entra em campo nesta noite com o que tem de melhor, salvo a necessidade de poupar um ou outro jogador Roger Machado tenta corrigir os erros e a passividade diante do Godoy Cruz-ARG antes do retorno à Libertadores.

“Nós temos as semanas abertas (até o jogo contra o Sport Boys-BOL, dia 13 de abril). (As partidas do Estadual) vão ser importantes para a gente trabalhar. Do ponto de vista de jogos seguidos, não teria motivo (não colocar os titulares). Mas temos que analisar jogo a jogo. O fato de você repetir uma base sempre é trabalhar os princípios, mais do que a formação. Se os princípios que pregamos não vão para o jogo, temos que trabalhar mais. A repetição se dá em função disso”, explicou o comandante alvinegro.

O jogo contra o Tupi acontece nesta segunda-feira justamente porque o Atlético precisou de mais tempo para se recuperar da partida de quarta-feira, em Mendoza, na Argentina. O time só chegou a Belo Horizonte na quinta-feira à noite, e o duelo, inicialmente, estava marcado para sábado.

“Tivemos um tempo a mais para trabalhar. Essa mudança de data ficou melhor, é um tempo a mais para nos recuperarmos. A viagem para a Argentina foi bem cansativa”, ponderou o goleiro Giovanni.

Matemática. Com 100% de aproveitamento em seis jogos no Campeonato Mineiro – 18 pontos conquistados –, é provável que o Galo alcance a classificação matemática com mais uma vitória. Desde 2011, quando o atual formato de quatro classificados para a semifinal se consolidou, quem chegou aos 21 pontos garantiu vaga no mata-mata.

O jogo desta segunda-feira (13) também poderá representar uma marca expressiva para o clube no Horto. Desde que o novo estádio foi inaugurado, em 2012, são 99 vitórias do Galo na arena, com 32 empates e 15 derrotas.

Esses números consideram tanto as partidas do Atlético como mandante como as vezes em que atuou na condição de visitante, três vezes contra o América e uma vez diante do Cruzeiro. Apenas como mandante, o alvinegro tem 98 vitórias, 30 empates e 14 derrotas.

NÚMEROS DA CASA

99 vitórias tem o Atlético atuando no novo estádio Independência.
98 triunfos soma o Galo em partidas como mandante no Horto.
4 jogos como visitante: uma derrota, uma vitória e dois empates.
27 gols o atacante Jô marcou pelo Galo no Horto, o maior artilheiro do novo estádio.

Luan é relacionado, e Léo Silva fica fora

Roger Machado não terá Léo Silva para o duelo contra o Tupi. O zagueiro reclamou no sábado de dores no joelho esquerdo e sequer foi relacionado para o confronto. Com 37 anos, ele vem recebendo cuidados especiais da comissão técnica e chegou a ser poupado em uma partida recente, contra o Democrata-GV, mesmo sem estar contundido.

Se Léo Silva está fora, o Atlético terá o importante retorno de Luan, que se recuperou de um problema no joelho e foi relacionado pela primeira vez em 2017. Ele começará no banco, mas deve jogar alguns minutos no segundo tempo.

“Infelizmente, aconteceram essas dores musculares que todo mundo tem. Alguns sentem mais que os outros, pela dinâmica de jogo que ponho dentro do campo também. Meu trabalho é sempre intenso e, talvez por isso, eu sinta um pouco mais dores musculares do que outros atletas”, explicou Luan. (Da redação)

Tupi tenta 2ª vitória

Com o volante Leandro Ferreira machucado, o técnico Aílton Ferraz deverá dar chance ao meia Ruan Teles, que deverá compor o meio-campo com Marcel, Bonilha e Bruno Paiva. Bruno Santos volta à lateral-esquerda após cumprir suspensão. Outro que retorna à equipe é o lateral direito Lucas, recuperado de lesão.

O Galo Carijó tenta a segunda vitória na competição. Em seis jogos, o time venceu apenas a URT, empatou duas vezes e perdeu três jogos. O atacante Flávio Caça-Rato é a esperança de gols da equipe juiz-forana. (TN)

Da Redação com OTempo



Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar