;
Menu

Atlético vence Tricordiano no sufoco e garante vaga na semifinal do Mineiro

O Atlético é o primeiro clube classificado às semifinais do Campeonato Mineiro. Alcançou a vaga de forma antecipada ao vencer, no sufoco, o Tricordiano, por 2 a 1, neste sábado, em Divinópolis, pela oitava rodada. Fred abriu o placar no primeiro tempo. Jeferson empatou para o Tricordiano na etapa final. Depois de muitos erros e no desespero, o Galo chegou ao gol da vitória aos 46 minutos, com Rafael Moura.

Fred foi o autor do primeiro gol na vitória que classificou o Galo para a outra fase do  Mineiro/Foto: SuperesportesFred foi o autor do primeiro gol na vitória que classificou o Galo para a outra fase do Mineiro/Foto: Superesportes

O Atlético segue como único time com campanha 100% no Estadual. Lidera a competição com 24 pontos. Na próxima rodada, a equipe recebe a URT, dia 26, no Independência. Já o Tricordiano encara o América, no dia 25, também no estádio do Horto em Belo Horizonte.

Triunfo só nos acréscimos

Mandante da partida, o Tricordiano teve de transferir o jogo de Três Corações para Divinópolis por causa de problemas com laudos no estádio Elias Arbex. Porém, foi o visitante Atlético que deu as cartas no primeiro tempo. Sem Leonardo Silva, poupado com dores no joelho, e Robinho, com infecção intestinal, o Galo mostrou boa movimentação para furar a defesa rival.

No gol, o destaque foi a jogada que envolveu velocidade e troca de passes. Aos 13 minutos, Marcos Rocha tabelou com Cazares, avançou e tocou para Danilo. O escolhido para substituir Robinho só rolou para Fred mandar para as redes: 1 a 0.

O Tricordiano não se limitou a defender. Tentou sair para o jogo, mas esbarrou na marcação atleticana. O Atlético teve tudo para ampliar ainda na etapa inicial. Entretanto, pecou nas finalizações. Elias cabeceou uma bola por cima. Marcos Rocha chutou e o goleiro Marcão defendeu. A conclusão de Fred foi fraca, em cima do arqueiro. Já a bomba de Cazares parou na grande defesa de Marcão.

No segundo tempo, Fred, que levou uma pancada no tornozelo esquerdo, foi poupado e deu lugar a Rafael Moura. Com 10 minutos de bola rolando, Roger Machado voltou a alterar a equipe do Galo, com Luan na vaga de Danilo.

A criação do Atlético caiu bastante. A movimentação dos 45 minutos inicial não aconteceu na etapa final. Acabou castigado aos 18 minutos com o empate do Tricordiano, em uma falha do goleiro Giovanni. De longe, Jeferson chutou e o goleiro aceitou: 1 a 1.

O Galo queimou a terceira substituição, colocando mais um jogador de ataque, Clayton, no lugar de um volante, Elias. O atacante quase marcou aos 30 minutos, mas cabeceou para fora, após cobrança de escanteio. Clayton teve outra chance, aos 38, mas completou, novamente, para fora. Desorganizado, o Atlético chegou ao gol da vitória à base do bate-rebate, com Rafael Moura, aos 46 minutos. Final: 2 a 1.

TRICORDIANO 1 X 2 ATLÉTICO

TRICORDIANO
Marcão; Marcelo Tchê (Luís Filipe), Hitalo, Augusto e Renan Luis; Thiago Araújo, Léo Bartholo, Edu Amparo e Lesinho (Jeferson), Gian (Gilberto Carrara) e Rodriguinho. Técnico: Paulo Foiani

ATLÉTICO
Giovanni; Marcos Rocha, Felipe Santana, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias (Clayton), Danilo (Luan), Cazares e Otero; Fred (Rafael Moura). Técnico: Roger Machado

Gols: Fred, 13min 1ºT; Jeferson, 18min 2ºT; Rafael Moura, 46min 2ºT

Motivo: 8ª rodada da fase de classificação do Campeonato Mineiro
Estádio: Farião, em Divinópolis
Data: 18 de março de 2016

Árbitro: Jerferson Antônio da Costa
Assistentes: Luiz Antônio Barbosa e Wellington Pereira Neto

Da Redação comm Superesportes



Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar