Menu

Sada Cruzeiro vence Sesi-SP e é Tricampeão da Copa Brasil

No ginásio da Vila Leopoldina, o Sada Cruzeiro mostrou sua força na casa do adversário, impôs seu ritmo em quadra e vai comemorar em São Paulo o seu tricampeonato da Copa Brasil. No duelo contra o Sesi-SP, a equipe mineira fez 3 sets a 2, com parciais de 25/23, 20/25, 25/17, 29/31 e 15/9, na noite deste sábado (27).

Foto: Sada CruzeiroFoto: Sada Cruzeiro

Em um duelo eletrizante, duas das principais forças do voleibol brasileiro duelaram até o fim de um disputado quarto set, que só terminou em 31 a 29. Mas a experiência e a qualidade do clube cinco estrelas prevaleceu e a Raposa fez um tie-break arrasador, chegando a abrir oito pontos de vantagem antes de fechar o jogo e levantar o caneco.

O central Simon brilhou no ataque azul e foi o maior pontuador da partida, ao lado do oposto Alan, do Sesi, ambos com 21 pontos. O ponteiro Leal e o oposto Evandro aparecem em seguida, com 18 anotações cada um.

“Sabiamos da dificuldade que seria jogar na casa do Sesi, uma equipe tão qualificada. Em uma final tem nervosismo, o nosso passe não entrou no início, mas o time logo se encaixou, fomos jogando tranquilamente. Eles tiveram bons momentos, mas a gente soube ter paciência. Essa final foi para mostrar que a nossa equipe pode jogar em alto nível sempre, com vontade, com comprometimento tático, como queria o Marcelo Mendez. Vencer, fora de casa, um time como o do Sesi, é perfeito. E nós temos que comemorar sempre, independente do torneio, porque qualquer campeonato que nos colocam para jogar, vamos sempre querer ganhar. Esse espírito nunca morreu e há de prevalecer por muito tempo ainda no Sada Cruzeiro”, analisou o capitão Filipe.

Foto: Sada Cuzeiro Foto: Sada Cuzeiro

Desde 2014, quando a disputa da Copa Brasil foi retomada, o Sada Cruzeiro venceu a edição daquele ano, depois em 2016 e agora a de 2018.

Para Nico Uriarte, levantador argentino que chegou para vestir a camisa azul nesta temporada, a conquista dá ainda mais fôlego para o restante da temporada. “É sempre lindo ganhar! Estar em uma equipe que sempre joga para ganhar é fantástico. E espero seguir vencendo com esse time incrível, temos ainda o Sul-Americano e muita Superliga pela frente. O importante agora é que a gente busque jogar nesse nível mais vezes, sempre na nossa melhor forma, para manter os bons resultados e continuar brigando por todos os títulos”, disse o camisa 5.

A temporada 2017/18 começou com grandes resultados para o time celeste, que foi octacampeão Mineiro, tricampeão da Supercopa e também ficou com o bronze no disputadíssimo Campeonato Mundial de Clubes.

O elenco estrelado retorna para Belo Horizonte na manhã deste domingo(28) e o próximo compromisso do grupo multicampeão será na quarta-feira (31) às 20h, contra o Lebes Gedore Canoas.

Com o tricampeonato da Copa Brasil, Sada Cruzeiro fatura o 29° título, desde 2010

Os resultados conquistados pelo Sada Cruzeiro nos últimos anos já passam por uma criteriosa lista, pois, de cabeça, fica difícil alguém se lembrar de tantos títulos. A taça da Copa Brasil, levantada pelo elenco azul neste sábado (27), na vitória por 3 a 2 contra o Sesi-SP, foi exatamente o 29° troféu, desde 2010. São números incríveis, de um time que faz história no vôlei brasileiro e mundial.

O líbero Serginho, que esteve em todas essas conquistas, falou sobre as marcas alcançadas. “São muitos anos e a gente continua com sangue nos olhos. Hoje o Sesi valorizou bastante a nossa vitória, é um adversário direto nesses anos de sucesso do Sada Cruzeiro. E o mais importante é que a renovação existe, a gente consegue colocar peças da base ano a ano no elenco, mas há pessoas no grupo que fazem parte do clube, estão enraizadas aqui, mas se reinventam a cada jogo, a cada dia. Isso é o mais importante, porque são oito anos, os outros times têm muito material da gente para nos marcar, mas na hora de decidir a vontade de vencer, independente dos 29 títulos já conquistados, é o que prevalece”, comentou o líbero multicampeão.

Foto: Sada CruzeiroFoto: Sada Cruzeiro

Os números garantidos pelo time estrelado realmente impressionam, até mesmo os matemáticos. De um total de 37 campeonatos disputados, desde 2010, o Sada Cruzeiro garantiu presença em 33 finais e levantou um total de 29 títulos. É como se em qualquer torneio que o elenco cruzeirense jogasse, a chance de conquistar um título fosse de 78,4%. E garantindo classificação em uma final, a probabilidade de o Sada Cruzeiro sair campeão seria de 87,5%. São resultados fantásticos, considerando que nesses números estão torneios como o Mundial de Clubes (3 títulos), Superliga (5), Sul-Americano (4), Supercopa (3) e agora o tricampeonato da Copa Brasil.

“Acho que este título serve para nos dar ainda mais confiança, saber que crescemos durante o jogo, e que vamos seguir evoluindo e nos preparando para chegar muito bem no Sul-Americano e nos playoffs da Superliga. A nossa missão principal nesse torneio foi melhorar o nosso nível de jogo e nós evoluimos muito. Hoje jogamos em alto nível e o Sesi também, mas nos momentos que valiam, nosso time cresceu ainda mais e foi superior. Fizemos um tie-break fantástico no saque, bloqueio e principalmente no nosso ataque, que teve 87% de aproveitamento no set. Foi excelente”, avaliou o comandante Marcelo Mendez, em seu nono ano à frente do Sada Cruzeiro.

Barbara Aichinger




Banner Camara Municipal 220518
Publicidade
Publicidade

Links patrocinados