Menu

Atlético e Cruzeiro se enfrentam em primeiro encontro de 2018, no Independência

Atlético e Cruzeiro se enfrentam neste domingo, às 11h, no Independência, no primeiro encontro entre os grandes rivais de Belo Horizonte na temporada. Se por um lado o dono da casa luta para assumir a vice-liderança do Estadual – precisa da vitória no Horto e ainda torce contra o América –, por outro a Raposa busca um empate para se garantir na primeira colocação da fase inicial do Campeonato Mineiro com duas rodadas de antecedência. As posições serão fundamentais para definir os cruzamentos das quartas de final e semifinal.

Com objetivos diferentes mas com perfis parecidos Mano e Larghi se enfrentam no clássico deste domingo (4)/Foto: Arte EMCom objetivos diferentes mas com perfis parecidos Mano e Larghi se enfrentam no clássico deste domingo (4)/Foto: Arte EM

Os atrativos para o clássico deste domingo formam uma lista interessante. A começar pela casa cheia. Os torcedores do Atlético já garantiram 18.262 bilhetes – sem contar os associados ao GNV Black. Restam entradas apenas para o setor Especial Ismênia (R$100 a inteira). Já os cruzeirenses, que estarão em menor número, esgotaram seu lote de tíquetes – foram comercializados 1.800 entradas por R$40 na última sexta-feira.

Além disso, as provocações também apimentaram o pré-jogo. Elas partiram da Toca da Raposa II. Robinho abriu o ciclo dizendo que o Cruzeiro é o favorito no clássico, Romero afirmou que time atuará ‘no estádio do América’, enquanto Thiago Neves projetou uma vitória para tirar sarro. Ele ainda cutucou dizendo que a torcida celeste que será ouvida no Horto mesmo sendo minoria. Da Cidade do Galo, Ricardo Oliveira minimizou as farpas. O técnico Thiago Larghi também desconversou.

Atlético

Mandante no clássico deste domingo, o Atlético recebe o Cruzeiro com a expectativa de voltar ao caminho das vitórias no Campeonato Mineiro, após empate com o Tupi, e para tentar alcançar a vice-liderança do Estadual. A equipe alvinegra tem 12 pontos, dois a menos do que o América, que enfrenta o Democrata de Governador Valadares também neste domingo, às 16h. Será o primeiro duelo do técnico interino Thiago Larghi contra o arquirrival do Galo e o primeiro teste de fogo do auxiliar no comando do time.

“Certamente é uma partida bem difícil, a gente sabe que tem um adversário qualificado. Mas pelo que o time vem desempenhando nas últimas partidas, a gente vê um grupo consciente do que tem que fazer e acredito que temos chance de fazer um bom jogo e garantir a vitória”, disse Larghi. “Acho que não (que o clássico não será divisor de águas na permanência no Atlético). Eu penso no momento, no jogo, em ajudar o clube, de fato conseguir os três pontos para a sequência da temporada”, complementou.

Como o próprio treinador afirmou em entrevista, a tendência é que o Atlético seja escalado com a mesma formação responsável por derrotar o Figueirense por 1 a 0, na última quarta-feira, em jogo pela terceira fase da Copa do Brasil. Embora tenha feito mistério nas últimas atividades da semana, não permitindo o acesso dos jornalistas, Larghi deverá manter o quarteto de ataque de Róger Guedes, Otero e Erik; Ricardo Oliveira. No setor defensivo, a novidade estará no banco de reservas: Felipe Santana não foi relacionado e dará lugar ao jovem Matheus Mancini.

Cruzeiro

Recuperar o moral do time após a derrota por 4 a 2 para o Racing, na Argentina, é um dos principais objetivos do Cruzeiro na manhã deste domingo. Outro é conseguir pelo menos o empate contra o arquirrival para se garantir na primeira colocação da fase classificatória do Campeonato Mineiro com duas rodadas de antecedência. Para isso, Mano Menezes espera fazer valer a invencibilidade da equipe no Estadual – até aqui, foram oito jogos, sete vitórias e um empate.

“O empate é suficiente para estabelecer a primeira colocação da fase classificatória. Fizemos uma boa campanha até aqui, temos os jogos para encerrar e queremos encerrar como fizemos até aqui. O jogo de domingo é o clássico mais tradicional, mais importante, mesmo que não vá decidir classificação para as duas equipes ele é singular. Sendo assim, vamos encarar dessa forma”, projetou o técnico Mano Menezes.

Assim como o adversário deste domingo, Mano Menezes também fechou os treinamentos às vésperas do duelo. O treinador deixou dúvidas nos três setores para formar o time no clássico. Na defesa, Manoel não treinou ao longo da semana e poderá dar lugar a Leo - a dupla com Murilo, que sofreu só um gol, terá seu principal teste. Já no meio, Thiago Neves está recuperado dos problemas físicos e à disposição. Se jogará, porém, só o comandante sabe. Já no ataque, a dúvida é entre Rafael Sobis e Raniel. Um dos dois substituirá Fred, que sofreu estiramento na panturrilha direita na derrota para o Racing.

ATLÉTICO x CRUZEIRO

Atlético
Victor; Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adílson e Elias; Róger Guedes, Erik e Otero; Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi

Cruzeiro
Fábio; Edílson, Leo, Murilo e Egídio; Henrique e Ariel Cabral; Robinho, Thiago Neves e Rafinha (Arrascaeta); Raniel (Rafael Sobis)
Técnico: Mano Menezes

Motivo: 9ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 4 de março de 2018 (domingo), às 11h
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Marcyano da Silva Vicente

Da Redação com EM




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados