Logo

1º Rally Minas Brasil começa na sexta; a prova abre a temporada do Brasileiro de Rally Cross-country

A partir de sexta-feira, Conceição do Mato Dentro, na região da Serra do Cipó, recebe motos, carros, quadriciclos e UTVs para um desafio de muita terra , resistência e velocidade.

Foto: Luciano Dias/ DivulgaçãoFoto: Luciano Dias/ Divulgação

0 1º Rally Minas Brasil abre a temporada do Brasileiro de Rally Cross-country/Baja, trazendo, aos caminhos mineiros, feras como o paranaense Jorge Wagenfuhr, que representou o Brasil sobre quatro rodas no último Rally Dakar; Bruno Varela, vencedor do Sertões entre os UTVs e seu irmão Rodrigo, ambos filhos de Reinaldo Varela, que dominou o Dakar entre os pequenos veículos com jeitão de buggy que se tornaram coqueluche nesse tipo de disputa. Nas motos, favoritismo do experiente paulista Fabrício Bianchini.

Ainda que a planilha com os cerca de 155 quilômetros de desafio (uma volta tanto no sábado quanto no domingo) só seja entregue pouco antes da largada, os mineiros prometem fazer as honras da casa, motivados pelo sucesso do retorno do Estadual de Rally em 2017.

Nomes como Gustavo Lapertosa, Marcelo Mendes e Henrique Gutierrez prometem dar trabalho aos “estrangeiros” entre os UTVs. Há inclusive quem vá correr literalmente em casa: Fabrício Moreira Lima, inscrito com o mesmo tipo de veículo na classe Production Aspirado.

Entre os carros, destaque para Luiz Carlos Nacif; Marco Túlio Lana e Antônio Carlos Teixeira. O desafio foi capaz de fazer com que até mesmo o presidente da Federação Mineira de Motociclismo, Gustavo Jacob deixasse momentaneamente de lado o lado dirigente para retomar o de piloto.

DIVERSÃO

Se depender do trabalho empreendido pela organização, os participantes não terão do que reclamar.

Conseguimos fechar uma região que vai exigir bastante dos competidores, com muitos trechos estreitos que não permitem erros. Sair da trajetória ideal representa a chance de encontrar pedras, árvores ou barrancos, o que exigirá bastante atenção de pilotos e navegadores.

Ao mesmo tempo, acreditamos que todos vão considerá-la muito divertida, já que não há grandes retas ou monotonia no percurso e o braço é que vai contar. E as paisagens são espetaculares, ainda que quem vá acelerar não tenha tempo para prestar muita atenção. A ideia é ser a primeira edição de muitas”, destaca o organizador, Fernando Bentivoglio.

O “QG” da prova será montado no aeroporto de Conceição, onde o público poderá acompanhar de perto o colorido e o trabalho das equipes. A programação começa na sexta, com a largada promocional.

Da redação com Hoje em Dia




Publicidade
Publicidade

© Copyright 2008 - 2018 SeteLagoas.com.br - Powered by Golbe Networks