Menu

Com casa cheia, Atlético decide classificação na Libertadores contra o Danubio

Com expectativa de Independência lotado, o Atlético define o futuro na Copa Libertadores na noite desta terça-feira. Embalado por 22 mil torcedores, o time mineiro recebe o Danubio-URU a partir das 19h15 (de Brasília), pela partida de volta da segunda fase.

Atlético conta com as assistências de Cazares para busca classificação contra o Danubio / Foto: Bruno Cantini / AtléticoAtlético conta com as assistências de Cazares para busca classificação contra o Danubio / Foto: Bruno Cantini / Atlético

Na partida de ida, empate por 2 a 2 no estádio Luis Franzini, em Montevidéu, capital uruguaia. Portanto, o time que vencer avança. Empates por 0 a 0 ou 1 a 1 garantem o Atlético na terceira fase. Repetição do resultado do primeiro encontro leva a decisão para os pênaltis. Igualdade por 3 a 3 ou mais colocam o Danubio na etapa seguinte.

Próximo rival

A equipe que avançar enfrentará Barcelona de Guayaquil-EQU ou Defensor-URU. Na partida de ida, os equatorianos venceram por 2 a 1 em Montevidéu. O resultado, entretanto, se transformou num 3 a 0 a favor dos uruguaios por conta da escalação irregular do volante Sebastián Pérez. A punição foi divulgada na noite dessa segunda-feira pela Conmebol.

Portanto, o Barcelona precisa vencer por quatro gols de diferença no Monumental para avançar à terceira fase. Vitória dos donos da casa por 3 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Qualquer outro placar é favorável ao Defensor, principal rival do Danubio.

O Atlético

Assim como na partida de ida, o técnico Levir Culpi optou por fazer mistério sobre a escalação atleticana. A tendência é a manutenção da equipe titular que encarou o Danubio em Montevidéu.

São três as principais dúvidas. Na lateral direita, o jovem Guga, de 20 anos, ameaça a titularidade de Patric. O polivalente jogador, entretanto, deve seguir no time. Na posição de primeiro volante, Adilson tende a ganhar a disputa com José Welison. No ataque, Maicon Bolt foi bem quando atuou, mas provavelmente ficará no banco.

Apesar de o Atlético iniciar a partida classificado, os jogadores pregam que o time não pode abdicar do estilo ofensivo. “Estamos confiantes, preparados, mas sabendo que não podemos nos acomodar em cima do resultado conquistado, porque a equipe do Danubio é muito bem treinada, tem jogadores interessantes e que demonstraram boas jogadas ofensivas. Temos que respeitar ao máximo e fazer nosso melhor, porque só assim vamos conseguir confirmar a vaga”, advertiu o goleiro Victor.

O adversário

Jogadores do Danubio fizeram treino no Independência nessa segunda-feira, véspera da 'decisão' / Foto: Divulgação / DanubioJogadores do Danubio fizeram treino no Independência nessa segunda-feira, véspera da 'decisão' / Foto: Divulgação / Danubio

O jovem time do Danubio deve ter a mesma escalação da partida de ida. Nessa segunda-feira, os jogadores fizeram reconhecimento do gramado do Independência. Publicamente, o elenco demonstra confiança na classificação.

“Vai ser uma partida muito difícil, mas teremos que jogar de maneira inteligente. Temos que fechar os espaços do rival. Sendo mandantes, vão sair para ganhar a partida”, disse o goleiro Cristóforo, destaque no jogo de ida, ao Ovación, do Uruguai.

Torcida

O jogo contra o Danubio pode marcar o recorde de público do Atlético como mandante no Independência. O clube mineiro não divulgou a carga de ingressos colocados à venda. Sabe-se, porém, que todos os bilhetes foram comercializados. A expectativa é de aproximadamente 22 mil torcedores no Horto.

Em 30 de setembro de 2018, o Atlético registrou o recorde atual. Na ocasião, 22.654 torcedores acompanharam a vitória por 5 a 2 sobre o Sport, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

ATLÉTICO X DANUBIO

Atlético
Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson e Elias; Chará, Cazares e Luan; Ricardo Oliveira
Técnico: Levir Culpi

Danubio
Cristóforo; Sergio Felipe, Renzo Ramírez, Leandro Sosa e Ernesto Goñi; Pablo Siles e Gonzalo Montes; Denis Olivera, Carlos Grossmüller e Leandro Onetto; Federico Rodríguez
Técnico: Marcelo Méndez

Motivo: jogo de volta da segunda fase da Copa Libertadores
Local: Independência, em Belo Horizonte
Data e horário: terça-feira, 12 de fevereiro de 2019, às 19h15 (de Brasília)

Árbitro: Patricio Loustau (ARG)
Assistentes: Diego Bonfa (ARG) e Ezequiel Brailovsky (ARG)

Com Superesportes




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados