Menu

Após estreia com vitória, Ceni 'freia' empolgação do clube e pretende focar no Brasileiro antes da Copa do Brasil

A boa atuação do Cruzeiro na vitória por 2 a 0 sobre o Santos, líder do Campeonato Brasileiro, renovou as esperanças dos torcedores por uma reação na semifinal da Copa do Brasil. O jogo de volta contra o Internacional está marcado para quarta-feira, 4 de setembro, às 21h30, no Beira-Rio. Na ida, os gaúchos ganharam por 1 a 0, no Mineirão. O técnico Rogério Ceni destacou a qualidade do colorado, porém afirmou que, primeiramente, pensará nos duelos contra CSA e Vasco, pela Série A.

Foto: Reprodução/Internet/ Foto: Reprodução/Internet/

“O Inter veio aqui e venceu por 1 a 0. Jogar no Beira-Rio é difícil. O Inter ganha a maioria dos jogos em casa. Talvez seja, no futebol brasileiro, o time com melhor campanha no Campeonato Brasileiro, não tenho certeza [é o segundo, com seis vitórias e dois empates, abaixo apenas do Flamengo, que venceu as sete partidas]. É uma equipe extremamente competitiva a do Internacional. Eu sei que o torcedor pode ficar pensando, mas eu preciso pensar nessa semana inteira que tenho para trabalhar. Vamos enfrentar o CSA, em Alagoas, em um jogo difícil. Depois, mais uma semana para trabalhar e enfrentar o Vasco”.

No próximo domingo (25), às 19h, o Cruzeiro enfrentará o CSA, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 16ª rodada. Na semana seguinte, no dia 1º de setembro, também às 19h, pegará o Vasco, no Mineirão, na rodada número 17. Na opinião de Rogério Ceni, uma eventual reviravolta na Copa do Brasil passaria, primeiramente, por sequência de vitórias no Brasileiro, além de aprimoramento do entrosamento do grupo nos treinos na Toca da Raposa.

“Só vou ter noção do estágio em que o time se encontra daqui três semanas. Tenho certeza de que estará fisicamente melhor, o entrosamento vai estar maior. Mas não podemos fazer promessas. Também quero ganhar, sempre vou em busca das vitórias, mas viveremos dia após dia e semana após semana de treinamentos”.

O treinador ainda ressaltou a dificuldade do próximo compromisso, já que o adversário também vem de vitória na elite nacional. “CSA ganhou de 1 a 0 do Fluminense. Quer dizer, é um jogo extremamente difícil. Não posso me dar ao luxo de pensar no Internacional sem viver o CSA. Parece ser um jogo bem complicado para o Cruzeiro”.

Ao bater o Santos no Mineirão, o Cruzeiro saiu da zona de rebaixamento do Brasileiro e subiu para 16º, com 14 pontos. Já o CSA chegou a 11 com o triunfo sobre o Fluminense, no Maracanã. O time alagoano ocupa a penúltima posição e tem o pior ataque do campeonato, com apenas quatro gols.

Com Superesportes




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados