Menu

Cruzeiro x Fluminense: Partida será crucial na luta contra o rebaixamento no Brasileiro

Cruzeiro e Fluminense fazem nesta quarta-feira, às 21h30, no Mineirão, duelo crucial na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Antepenúltimo colocado, com 20 pontos, o time celeste precisa vencer em casa para se manter em vias de deixar o Z4 e evitar disparada do adversário, 15º, com 25. O jogo em Belo Horizonte é válido pela 24ª rodada.

Foto: Reprodução/Internet/ Foto: Reprodução/Internet/

A última vitória do Cruzeiro no campeonato ocorreu há mais de um mês, sobre o Vasco, em 1º de setembro, no Mineirão. O meia Maurício, de 18 anos, entrou no segundo tempo e marcou o único gol: 1 a 0. Na ocasião, o técnico ainda era Rogério Ceni.

Na sequência, a Raposa perdeu três jogos consecutivos, para Grêmio (4 a 1), Palmeiras (1 a 0) e Flamengo (2 a 1), e empatou com o Ceará (0 a 0). A diretoria demitiu Ceni e contratou Abel Braga, que estreou com derrota para o Goiás (1 a 0) e conduziu o time no empate com o Internacional (1 a 1).

Segundo o site Probabilidades no Futebol, do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o Cruzeiro tem, hoje, 63,4% de risco de rebaixamento, ao passo que o Fluminense contabiliza índice de 20,7%.

O alento é que a pontuação necessária para a permanência baixou em função do aproveitamento de momento do 14º colocado, Fortaleza (36,2%). O Departamento de Matemática da UFMG calcula que, com 44 pontos, uma equipe tem chance de apenas 2,1% de descer à Série B. Logo, o Cruzeiro necessitaria de oito vitórias em 15 rodadas para alcançar esse índice.

O lateral-esquerdo Egídio garante que a recuperação da equipe virá o quanto antes. “Nós já nos comprometemos e nos fechamos. De todas as glórias e conquistas que tivemos no Cruzeiro, não vamos deixar de jeito nenhum isso acontecer. O Cruzeiro nunca caiu e não será com a gente que vai cair. Tenho certeza de que não vamos deixar essa imagem do Cruzeiro que resplandece se apagar na Série A”.

Prestes a completar 200 jogos pelo Cruzeiro, Egídio espera contar com o apoio da torcida na batalha pela permanência na primeira divisão. “É uma decisão, estamos jogando em casa, é a nossa vida no Brasileiro. O Cruzeiro se mostrou sempre muito presente na Série A, tanto que tem quatro títulos brasileiros. Vamos nos dedicar ao máximo a essa decisão. Já demonstramos que em decisões o Cruzeiro é forte. A responsabilidade de brigar embaixo é ainda maior, com certeza. Se Deus quiser vamos conseguir essa vitória para encostar no próprio Fluminense”.

Para esta quarta, o Cruzeiro não contará com o lateral-direito Orejuela (convocado à Seleção da Colômbia), o zagueiro Cacá (suspenso), o volante Éderson (desgaste muscular) e o meia Thiago Neves (suspenso). Em compensação, terá novamente o volante Henrique, que não enfrentou o Inter por causa do terceiro cartão amarelo, e o zagueiro Dedé, recuperado de incômodo no joelho direito. Além dos dois, devem entrar o lateral-direito Edilson e o atacante Pedro Rocha.

ADVERSÁRIO

O Fluminense obteve duas vitórias seguidas sob o comando do técnico Marcão, ex-volante do clube. Ele substituiu Oswaldo de Oliveira, dispensado depois de desentendimento com o meia Paulo Henrique Ganso. O tricolor bateu o Grêmio, por 2 a 1, e o Botafogo, por 1 a 0.

Os principais destaques do Flu são o atacante colombiano Yony González, com cinco gols e duas assistências, e o jovem João Pedro, de 18 anos, que marcou cinco dos dez gols como profissional justamente em cima do Cruzeiro.

Com Superesportes




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados