Menu

Atualização: Número de vítimas em batida na BR-251 sobe para 13 mortos e 39 feridos

Um acidente envolvendo cinco veículos na BR-251, no Norte de Minas, causou ao menos 13 mortes edeixou até o momento 39 feridos. A batida foi perto de Bocaina, no município de Grão Mogol e ocorreu por volta das 5h deste sábado, segundo informações iniciais da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Acidente envolveu cinco veículos/Foto: Patio - guincho Francisco Sá - Credenciado PRFAcidente envolveu cinco veículos/Foto: Patio - guincho Francisco Sá - Credenciado PRF

A batida envolveu quatro veículos, sendo uma carreta carregada de cadernos - que se incendiou no acidente -, uma carreta que transportava um caminhão, uma van e um micro-ônibus.

Dentre os feridos, estão sete crianças, entre elas, duas bebês com idades de 6 meses e 1 ano e 5 meses. Há também oito adolescentes com idades entre 14 e 17 anos feridos e três idosos. Um dos feridos está em estado gravíssimo, 11 em estado grave e 27 se feriram levemente. De acordo com o comandante dos Bombeiros de Montes Claros, tenente-coronel Gouveia, até as 16h nenhum dos mortos tinha sido identificado.

Dez dos feridos foram levados para a cidade de Salinas, dois para Montes Claros e 24 para Francisco Sá. Três dos acidentados deixaram o local e buscaram socorro por conta própria ou descartaram a necessidade de atendimento e não foram identicadas.

De acordo com o Tenente Coronel Gouveia, do Corpo de Bombeiros, ao retirar um dos veículos que colidiu com o micro-ônibus, foram encontrados seis corpos que até o fim da manhã não haviam ainda sido encontradas.

A batida aconteceu por volta das 5h em um local que fica a cerca de 90 km de Montes Claros. Por se tratar de um local de difícil acesso, onde não há sinal de telefone ou rádio, os bombeiros priorizaram o socorro às vítimas e, por isso, houve uma demora para divulgar o número de mortos e feridos.

Uma pista da rodovia foi liberada para o tráfego por volta das 15h30.

Trabalho de resgate

O tenente-coronel Gouveia, explicou como funciona o trabalho no local. "No primeiro momento, a prioridade era resgatar as vítimas que precisavam ser transportadas. Em seguida, estabilizamos a cena, tornamos ela segura, para podermos continuar com os procedimentos. A terceira fase é impedir qualquer dano ambiental no local. Houve um grande derramamento de óleo, portanto a pista não está segura. Ela será estabilizada, mas ainda estamos aguardando a chegada da perícia da Polícia Civil", explicou.

Ainda de acordo com o tenente-coronel, este trecho da BR-251, que liga Montes Claros a Salinas, apresenta vários trechos com alto índice de acidentes. "São muitas curvas. Então nossas equipes estão tomando todos os cuidados necessários", completou.

Da Redação com OT




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados