Logo

Decisão que proibia voos interestaduais no aeroporto da Pampulha é revogada pelo TCU

O plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) revogou nessa quarta-feira (13) uma decisão do ministro Bruno Dantas que proibia voos comerciais interestaduais no aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte (MG). A revogação foi proposta por Dantas.

  Foto: Reprodução/TV Globo/ Imagem aérea do aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte Foto: Reprodução/TV Globo/ Imagem aérea do aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte

A proibição havia sido determinada em dezembro de 2017 e suspendia uma portaria do antigo Ministério dos Transportes (atual Ministério da Infraestrutura) que autorizava voos de longa distância no terminal.

Quando Bruno Dantas tomou a decisão, o ministério suspendeu a autorização e voltou a restringir voos de grandes aeronaves no aeroporto. 

O aeroporto da Pampulha é da Infraero, empresa pública vinculada ao Ministério da Infraestrutura.

Procurado nesta quarta-feira, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, afirmou que a ideia do governo é manter o aeroporto operando somente voos regionais.

De acordo com Bruno Dantas, do TCU, qualquer decisão do governo deve ser seguida por estudo. Ele disse avaliar que a reabertura do aeroporto da Pampulha para voos interestaduais seria uma "concorrência canibalesca" com o aeroporto de Confins.

O aeroporto da Pampulha fica em uma área urbana na região norte de Belo Horizonte. O aeroporto de Confins, que opera voos interestaduais e internacionais, fica a cerca de 40 quilômetros da capital mineira.

Com G1




Publicidade
Publicidade

© Copyright 2008 - 2019 SeteLagoas.com.br - Powered by Golbe Networks