Menu

Primeira morte do ano por chikungunya em Minas é confirmada; dengue matou 117 pessoas

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) confirmou nessa terça-feira (16) a primeira morte por chikungunya no estado em 2019. Já as mortes por dengue chegaram a 117.

Foto: Reprodução/Internet/ Foto: Reprodução/Internet/

De acordo com a SES, a morte por chikungunya aconteceu na cidade de Patos de Minas, no Centro-Oeste. Ainda segundo a secretaria, são 2.637 casos prováveis, que englobam confirmados e suspeitos, da doença em 2019.

Com relação a dengue, são 447.920 casos prováveis. Além das 117 mortes confirmadas, outros 116 óbitos estão sob investigação. A cidade com maior número de mortes é Betim, na Região Metropolitana, com 18; seguida por Belo Horizonte, com 17.

Segundo a secretaria, foram registrados 1.017 casos prováveis de Zika em 2019.

Apesar do período de estiagem, o estado está em situação de alerta para esse aumento no número de casos das doenças transmitidas pelo Aedes – dengue, chikungunya e zika.

Com G1




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados