Menu

Sertanejos se reúnem e abrem turnê 'Amigos' em Belo Horizonte neste sábado

Não tem jeito: seja em uma festa em família, no encontro com os amigos; no karaokê ou mesmo sozinho debaixo do chuveiro. Quem nunca cantou “Evidências”, “É o Amor” ou “Não Aprendi Dizer Adeus”? Amanhã, no Dia da Amizade, os donos desses sucessos, Chitãozinho e Xororó, Zezé di Camargo e Luciano e Leonardo, chegam a Belo Horizonte para o primeiro show da turnê “Amigos”, na esplanada do Mineirão, na região da Pampulha.

O show 'Amigos' em São Paulo vai virar especial de fim de ano da TV Globo./ Foto: Marcos O show 'Amigos' em São Paulo vai virar especial de fim de ano da TV Globo./ Foto: Marcos

“Tem uns dois anos que os nossos escritórios, no Rio de Janeiro e São Paulo, tentam resgatar esse projeto. Neste ano conseguimos acertar as agendas, e agora a turnê se torna realidade com esses cinco shows, começando por BH, passando por Rio, São Paulo, Porto Alegre e Brasília”, explicou Chitãozinho em um bate-papo descontraído com a reportagem de O TEMPO.

A apresentação vai contar com os principais sucessos dos artistas desde o início da carreira. No palco, os cantores vão se revezar e também terão momentos juntos.

Chitãozinho e Xororó, que são referências no mundo sertanejo, trazem, além de “Evidências”, hino que completa 30 anos neste ano, outras canções que marcaram a trajetória da dupla. “‘Evidências’ não pode faltar em nenhuma apresentação. Mas também vamos cantar ‘Se Deus me Ouvisse’ e ‘Página de Amigo’, além de outras antigas”, adiantou Chitão.

Ensaios com histórias

Os ensaios realizados antes da primeira apresentação são marcados por muitas histórias do começo da carreira e, claro, muitas gargalhadas. “O Leonardo, como sempre, é o responsável por fazer a gente rir muito, tanto nos ensaios como no grupo de WhatsApp que criamos agora. Falamos de trabalho, mas também tem muita brincadeira. O Xororó é uma espécie de líder. Quando ele percebe que as gracinhas estão demais, aí ele chama a gente para focar”, contou Luciano, que, junto com Zezé, já prepara os diversos sucessos da dupla, como “Você Vai Ver”, “Dois Corações e Uma História”, “No Dia que Eu Saí de Casa” e “Pão de Mel”.

Estrutura

Para o evento na capital mineira, além dos outros shows, o quinteto e a produção também pensaram em uma megaestrutura. O palco tem formato de “A” – letra que marca a turnê dos “Amigos” – e vai ter estrutura tridimensional, com visão de 180º para o público.

“Minas Gerais, assim como Goiânia, é o berço do sertanejo, e para gente é uma alegria começar a turnê em Belo Horizonte. Em 1997, fizemos uma edição dos ‘Amigos’ em BH e foi lindo. Amamos o que fazemos, não vivemos sem música e esperamos que o público aproveite todos os momentos do show”, finalizou Luciano.

Homenagem a Leandro durante show

A turnê “Amigos”, além de proporcionar ao público relembrar os sucessos, também tem o objetivo de homenagear o cantor Leandro, irmão de Leonardo, que morreu em 1998, vítima de câncer.

“Eu lembro que quando falaram desse projeto ‘Amigos’ com os seis, o Leandro estava sentado quietinho, com o chapéu que sempre usava e uma blusa azul. Ele disse: eu vou ser a letra ‘A’, e assim foi feito. O Leandro está presente nessa turnê”, disse Luciano.

Um dos pontos altos da homenagem vai ser a música “Mano”, cantada por Leonardo. 

Com Super Notícias




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados