Menu

Homem é preso suspeito de tentar matar a ex-mulher queimada em BH

Um homem de 30 anos foi preso suspeito de invadir a casa da ex-mulher e tentar matá-la, no fim da noite dessa segunda-feira (19), no aglomerado Morro do Papagaio, no bairro Santa Lúcia, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Foto Ilustrativa/Reprodução InternetFoto Ilustrativa/Reprodução Internet

De acordo com a Polícia Militar (PM), Adilson Evaristo da Silva colocou fogo no colchão onde a ex dormia. O incêndio foi controlado por moradores da comunidade, depois que a vítima acordou com o calor das chamas e gritou por socorro.

O suspeito havia fugido um pouco antes, levando os filhos com ele. Após ser preso, Adilson confessou.

De acordo com a ex-companheira, ele não aceitava o fim da relação. "Nosso relacionamento era um pouco conturbado. Eu quero largar ele, não aceita. Aí chegou a esse ponto que ele entrou dentro da minha casa e ateou fogo na minha cama comigo dormindo".

A vítima contou que nunca teve um relacionamento fácil com o ex-marido, porque ele usava drogas, chegava em casa agitado e a agredia. De acordo com a mulher, as três crianças do casal já testemunharam as agressões.

Em 2014, ele esfaqueou a mulher. "Ele me batia muito. Acho que era ciúmes. Aí ele pegou e me deu até uma facada no braço e no pescoço".

Naquele ano, ele foi preso por causa das agressões e a tentativa de feminicídio. Depois que saiu da prisão, o homem voltou para a casa e continuou agredindo a vítima.

Com G1




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados