Menu

Duas crianças de 2 anos queimam os pés dentro da escola na região metropolitana de BH

Duas crianças de 2 anos queimaram os pés em uma escola municipal de Raposos, na região metropolitana de Belo Horizonte. Uma delas teve queimaduras de 2º grau. Os pais ficaram revoltados com o ocorrido. A prefeitura da cidade divulgou uma nota dizendo abriu sindicância para apurar o que aconteceu.

Pé de uma das crianças ficou bastante machucado | Foto: Arquivo PessoalPé de uma das crianças ficou bastante machucado | Foto: Arquivo Pessoal

De acordo com o pai de um dos alunos, o vendedor Douglas Weilender Dutra Custódia, de 26 anos, a escola informou que as crianças estavam fazendo uma atividade fora da sala de aula descalço e que o filho dele de 2 anos e uma menina da mesma idade pisaram em uma pedra de mármore e se queimaram.

"É irresponsabilidade as crianças estarem descalço em atividade externa às 14h, quando o sol estava muito quente. Além disso, porque tinha essa pedra no caminho das crianças.? E como as professoras não viram que o pé dele esta queimando?", questiona o vendedor.

Segundo ele, o acidente ocorreu na semana passada, no último dia 12, desde então o filho não está conseguindo colocar o pé no chão e por isso não pode andar. O pai contou que o machucado está cicatrizando, mas a criança ainda sente muita dor.

"O ferimento da outra menina foi mais leve. As professoras falaram que meu filho pisou na pedra e ficou em cima dela chorando e que por isso ele queimou tanto. Dizem também que a menina pisou e saiu. Eu não estou comprando essa versão. Meu filho foi socorrido por um funcionário que estava trabalhando lá na escola. O que mostra que as professoras não estavam perto das crianças", reclama o pai.

O menino não vai voltar para a escola. "No momento ele não tem condições, mas quando se recuperar vamos procurar outra escola. Essa não tem condições de cuidar dele", reclamou o pai. Após o acidente, as crianças foram socorridas para um centro de saúde, onde receberam atendimento médico.

O que diz a prefeitura

Por meio de nota, a Prefeitura de Raposos informou que apura o ocorrido na Escola Municipal Maria Antônia de Souza França. Disse que está prestando apoio as famílias, que não houve negligência das professoras e que o episódio foi uma fatalidade.

Com Super Notícia




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados