Menu

PRF vai multar motorista que se recusar a fazer teste do bafômetro em MG

Desde as primeiras horas desta quinta-feira (14), 800 policiais rodoviários federais trabalham na operação "Proclamação da República 2019" nas rodovias federais que cortam Minas Gerais. Durante a ação, que vai até as 23h59 do próximo domingo (17), 150 etilômetros serão usados nas abordagens aos condutores dos veículos.

PRF reforça fiscalização nas BRs durante o feriado de proclamação da República./ Foto: Fred MagnoPRF reforça fiscalização nas BRs durante o feriado de proclamação da República./ Foto: Fred Magno

"A estratégia vai ser a mesma que nós adotamos em todos os feriados prolongados: fazemos o reforço do policiamento. Vamos espalhar o maior número de policiais pelas rodovias federais do Estado e do país visando uma maior segurança aos que vão viajar, e também coibir os abusos. A gente pede uma atenção do motorista, é o último feriado do ano e as estradas vão estar mais cheias", explicou o inspetor Aristides Júnior.

Segundo ele, a movimentação vai aumentar em todas as rodovias, mas a BR-381 é a mais complicada, uma vez que não é duplicada e está em obras, o que exige mais paciência. As demais rodovias, com pistas duplas, o trânsito flui melhor.

"Estamos com 150 etilômetros espalhados pelo Estado para coibir o uso de bebidas alcoólicas. Fica o alerta também: o motorista que for convidado a soprar o etilômetro, caso se recuse, ele também recebe a multa de aproximadamente R$ 3 mil e tem a carteira apreendida. Outras dicas: antes de começar a viagem, uma boa revisão no veículo. Documentação do veículo e do condutor em dia. No decorrer da viagem cinto de segurança para todos os ocupantes do veículo, crianças não podem ser transportadas no colo jamais, independentemente da idade. No decorrer da viagem faróis baixos ligados em todos as rodovias, não serve o farolete e o farol de neblina. Respeitar bem o limite de velocidade, planejar bem as ultrapassagens e com segurança. Na dúvida, não ultrapasse", alerta.

Chuva

A possibilidade de chuva no Estado também preocupa a PRF. "A perspectiva da incidência de chuva é um fator que nos preocupa bastante. Todo feriado chuvoso, infelizmente, é um feriado violento. Caso o motorista se depare com algum trecho chuvoso, ele deve diminuir a velocidade e aumentar a distância do veículo que está na frente. A chuva só traz prejuízo para os motoristas", finalizou.

Com O Tempo




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados