Menu

Polícia Civil prende oito pessoas ligadas aos ataques comandados pelo PCC em Minas

Oito pessoas diretamente ligadas aos ataques a ônibus que aterrorizaram dezenas de cidades mineiras nas últimas semanas foram presas pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (14) em Minas. A operação Echelon (que significa escalão e remete à hierarquia nas organizações criminosas) cumpriu ainda 11 mandados de busca e apreensão em Poços de Caldas, Pouso Alegre, Guaxupé, Extrema, Divinópolis, Passos, Itaú de Minas, Alfenas, Sacramento, Caxambu e Fortaleza de Minas.

Foto: Divulgação PCMGFoto: Divulgação PCMG

A ação realizada de forma conjunta pelas polícias de Minas e São Paulo começou com investigações na cidade paulista de Presidente Venceslau e contou, ao todo, com mais de 320 agentes.

Além das prisões, foram apreendidas drogas, computadores, celulares, documentos, dentre outros objetos que serão usados nas investigações.Os mandados de busca e apreensão aconteceram nas cidades de Itaú de Minas, Extrema, Sacramento, Divinópolis, Caxambu, Fortaleza de Minas e Passos, Guaxupé e Poços de Caldas, Alfenas, Divinópolis, Caxambu, Poços de Caldas e Pouso Alegre.

Em Guaxupé, no Sul do Estado, foram cumpridos três dos oito mandados de prisão. Uma delas foi o flagrante de um dos alvos que estava com pedido de prisão preventiva em aberto.

Segundo o Chefe de Departamento em Poços de Caldas, Delegado-geral Bráulio Stivanin Júnior, o trabalho conjunto, com trocas de informações e investigações alinhadas, possibilitou o êxito na operação.

"As organizações criminosas não têm fronteiras e podem ficar cientes de que as polícias têm trabalhado juntas e darão as respostas que a população merece", afirmou.

Com Hoje em Dia 




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados