Menu

PF faz operação contra tráfico de drogas pelo WhatsApp em Minas e outros 4 estados

A Polícia Federal (PF) realizou na manhã desta terça-feira (12) uma operação contra uma quadrilha que usava o WhatsApp para vender drogas em cinco estados. Eram cumpridos dez mandados de prisão e dez de busca e apreensão em São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Sergipe e Minas Gerais. Até as 8h30, nove pessoas foram presas.

Drogas negociadas pela internet são alvo de operação da PF — Foto: Polícia Federal/DivulgaçãoDrogas negociadas pela internet são alvo de operação da PF — Foto: Polícia Federal/Divulgação

As investigações começaram em abril de 2018, após a PF detectar a existência de anúncios nas redes sociais. Alguns agentes se infiltraram em um grupo de WhatsApp onde a droga era negociada. Os traficantes postavam vídeos e fotos para fazer a “propaganda” da droga vendida - a maior parte dela sintética (ecstasy e MDMA). Algumas remessas eram enviadas pelos Correios.

O grupo de WhatsApp tinha cerca de 200 pessoas. Entre elas, a PF identificou dez que seriam de fato os traficantes e tiveram mandado de prisão decretado. As investigações apontam que o grupo atuava de forma organizada, com membros agindo com funções distintas, sujeitos a um comando centralizado.

Os investigados serão indiciados pela prática de crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas, com penas de 3 a 15 anos de prisão e multa.

Os mandados foram expedidos, a pedido da PF, pela 4ª Vara Criminal Federal de São Paulo nas cidades paulistas de Indaiatuba, Casa Branca, Osvaldo Cruz, Bauru e Birigui. Também houve diligências em Aracaju, Florianópolis, Curitiba e Divinópolis (MG).

Com G1

 




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados