Menu

Estudante de Direito elogia ataque em Suzano e ameaça escola de MG

Um estudante de Direito de 18 anos foi detido pela Polícia Militar de Manhuaçu, na Zona da Mata, após fazer apologia ao crime ocorrido na Escola Estadual Raul Brasil da cidade de Suzano, em São Paulo, onde oito pessoas foram mortas por dois ex-alunos. Ele ainda ameçou fazer o mesmo em uma escola do interior de Minas.

Foto: Reprodução FacebookFoto: Reprodução Facebook

O crime foi descoberto após o suspeito postar em seu perfil do Facebook, na noite desta quarta-feira (13) que não deveria haver luto pelas mortes em Suzano e que ele queria fazer o mesmo na Escola Estadual Ana Mendes que fica na cidade de São Pedro do Avaí, na mesma região. Na manhã desta quinta (14) ele foi preso.

"Eu devia ter feito isso na Ana Mendes também, mas precisaria de um caminhão de munição para matar todo mundo que eu odeio lá, enfim parabéns aos envolvidos", postou o suspeito.

O jovem é ex-aluno da escola que ameaçou e atualmente estuda Direito em uma faculdade da região. No crime de Suzano, os dois suspeitos também eram ex-alunos da instituição.

As mensagens do suspeito provocaram pânico na cidade. Segundo a polícia, pais de alunos da escola Ana Mendes ficaram muito assustados com a postagem e várias pessoas acionaram a Polícia Militar. Pelo Facebook, os relatos são de muito medo da situação se repetir.

Os militares foram até a casa do suspeito e o encontraram com uma motocicleta saindo de casa. Ele não tem carteira de habilitação. A polícia revistou a casa dele, porém nada de ilícito foi encontrado.

No celular do estudante foram encontradas conversas com pessoas de vários países que tinham ideias parecidas com a dele de cometer ataques em escolas. Ele ainda elogiava a ação dos suspeitos de Suzano. O aparelho foi apreendido. O suspeito foi detido por Crime de Apologia a Fato Criminoso e encaminhado a Delegacia de Polícia Civil onde será ouvido.

Perfil violento
No Facebook do jovem há vários sinais de apologia a violência. Em uma de suas fotos ele aparece com uma corrente e diz que é um recado para alguns meninos do bairro. Ele também tem fotos de armas e fala que queria morrer em várias postagens.

Com O Tempo




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados