Menu

Adolescente de 16 anos assalta idoso, rouba seu carro e atira em policiais militares em Itabira

Na terça-feira (09), um adolescente de 16 anos, de nome não informado, foi levado à delegacia após assaltar um motorista de táxi, roubar o veículo e trocar tiros com a Polícia Militar (PM).

Foto: Polícia Militar de Minas GeraisFoto: Polícia Militar de Minas Gerais

O jovem agiu em companhia de um colega. A sequência de infrações foi iniciada às 15h30, quando os dois bandidos solicitaram ao taxista H. G. C. (60) que os levassem até o distrito de Ipoema, em Itabira. O preço da corrida foi anunciado pelo motorista e, a princípio, não foi aceita pelos jovens, que caminharam para longe. Minutos depois, o adolescente de 16 anos voltou e negociou ida e volta para o destino requerido pelo valor de R$ 150. Segundo informações, ele disse que iria buscar uma tia no local.

A tranquilidade do motorista durou pouco, pois instantes após o início da corrida, perto de Bambas, o menor anunciou o assalto e apontou um revólver para o senhor. O carro foi então parado e o menor realizou o furto da quantia de R$ 180, além de um telefone celular.

Após o furto, H. G. C. foi obrigado a descer do veículo e entrar no matagal próximo à estrada. Como alerta, um tiro teria sido dado para o alto. Em seguida, os jovens saíram levando o carro.

Ainda na estrada, o taxista pediu ajuda de pessoas que passavam pelo local e ligou para a PM, que prontamente promoveram bloqueios na região da ocorrência. O carro foi localizado ainda em posse dos jovens, na rodovia MG-129. Nesse momento, a PM iniciou perseguição, mas o adolescente abandonou o carro, correu para o mato e atirou nos policiais, que revidaram o ataque. Contudo, ninguém ficou ferido.

No trecho por onde a fuga ocorreu, foram encontrados o celular do taxista e um revólver calibre 32.

Delegacia

O adolescente só foi preso porque, a partir de suas características, foi reconhecido pela PM.

A equipe foi até a casa do menor, que confessou ter cometido as infrações. A motivação teria sido uma dívida de R$ 100. Parte do dinheiro subtraído foi recuperado.

Os itens apreendidos e o menor foram levados à Delegacia de Polícia Civil. O táxi foi levado a um pátio do Detran e deve ser devolvido ao dono.

Da Redação




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados