Menu

Após atingir homem com garrafa, mulher foge por mata e escapa de estupro

Uma mulher de 20 anos viveu momentos de pavor fugindo de um homem que tentou estuprá-la em uma mata, no bairro Porto Seguro, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Foto: Juliana Gontijo/ O suspeito foi socorrido no Hospital São Judas Tadeu com cortes profundos na cabeça e no pescoço, antes de ser levado para a delegaciaFoto: Juliana Gontijo/ O suspeito foi socorrido no Hospital São Judas Tadeu com cortes profundos na cabeça e no pescoço, antes de ser levado para a delegacia

Ela foi obrigada a tomar cerveja no interior do carro do suspeito, mas aproveitou um descuido do agressor para acertar dois golpes de garrafa na cabeça dele. A mulher correu durante 15 minutos pela mata, no escuro, até pedir socorro.

A Polícia Militar (PM) foi acionada, e o suspeito, de 29 anos, foi preso. Ele negou a denúncia, mas a bolsa da vítima foi encontrada no carro. Também foram encontradas várias braçadeiras de plástico, possivelmente usadas para imobilizar vítimas, segundo a PM.

A vítima e outras duas mulheres pegaram carona com o homem na madrugada, depois de uma “uma festa de resenha”, segundo elas, no bairro Paraíso das Piabas, também em Ribeirão das Neves.

Elas contam que o motorista de um Vectra de cor prata parou oferecendo carona. Como o motorista do aplicativo demorava a chegar, elas aceitaram a carona.

A vítima contou que ficou desconfiada quando o motorista pegou uma estrada de terra, sentido a zona rural, e que conseguiu parar o carro puxando o freio de mão. As amigas conseguiram fugir correndo, mas ela foi imobilizada pelo homem, com um golpe conhecido como "gravata", e ameaçada de morte.

O motorista seguiu para a mata e obrigou a mulher a beber cerveja no interior do veículo. Ele disse que "só queria ficar de boa com ela" e começou a passar a mão no corpo dela, quando foi agredido duas vezes na cabeça. O homem desmaiou e a mulher conseguiu correr.

A Polícia Militar foi acionada pela vítima, na avenida A, no bairro Porto Seguro, e o homem foi preso deitado no banco traseiro do veículo dele, com sintomas de embriaguez, rodeado de garrafas de bebidas, e com dois cortes profundos na cabeça e no pescoço.

Aos PMs, a vítima contou que havia deixado a festa com duas amigas e que o motorista de um Vectra de cor prata, que se identificou pelo nome de Wanderley, parou e ofereceu carona.

A mulher negou atendimento médico, mas, mesmo assim, ela foi levada para o Hospital São Judas Tadeu, em Ribeirão das Neves. O suspeito foi socorrido no mesmo hospital, antes de ser levado preso para a delegacia. A ocorrência, segundo a PM, ainda está em andamento.

Da Redação




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados