Menu

Aécio pretende reunir grupo de antigos aliados no Estado para retomar o Palácio Tiradentes

O senador Aécio Neves (PSDB) se reuniu, na última quarta-feira(14), com 15 deputados estaduais do grupo de oposição ao governo de Fernando Pimentel (PT). O encontro confirma a intenção do senador tucano de se reaproximar do Estado e reconquistar sua base eleitoral. O nome de Aécio Neves perdeu força em Minas após ser flagrado em uma escuta telefônica pedindo R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, da JBS.

Foto: Jefferson RudyFoto: Jefferson Rudy

Na reunião, com a presença de quase todos deputados estaduais do PSDB, a pauta principal foi discutir estratégias para as eleições majoritárias no Estado. “A nossa preocupação é que o nosso grupo não chegue nas eleições dividido”, disse um deputado que participou do encontro, mas que preferiu não ser identificado.

Nas eleições de 2014, o grupo do PSDB enfrentou o mesmo problema. Na ocasião, os tucanos se dividiam entre Dinis Pinheiro (PP), Alberto Pinto Coelho (PP) e Marcus Pestana (PSDB). Essa divisão resultou na criação de uma “quarta via”, a candidatura de Pimenta da Veiga (PSDB), que foi derrotado no primeiro turno.

Ainda de acordo com o parlamentar, por ora não há uma definição de qual candidatura o PSDB vai apoiar. Os deputados estão em dúvida entre as candidaturas de Dinis Pinheiro (PP), Marcio Lacerda (PSB) e Rodrigo Pacheco (MDB).

“Não vejo um favoritismo de nenhum dos nomes, o quadro ainda está muito dividido. O nosso objetivo é trabalhar para montar uma chapa única, nomes para o Senado e para o governo do Estado”, disse o parlamentar.

Segundo o deputado Arlen Santiago (PTB), que também esteve no encontro, o único nome unânime para a disputa do Executivo entre os parlamentares de oposição é o do senador Antonio Anastasia (PSDB). No entanto, Anastasia já afirmou diversas vezes que não pretende participar da disputa. “Tenho certeza de que, se Anastasia resolver se candidatar, todos abrem mão da candidatura e estarão com ele. O que nós vemos nas bases é que o povo mineiro reconhece o legado deixado pelo governo anterior. Ainda temos a esperança de Anastasia atender a vontade do povo mineiro”, disse.

Segundo um parlamentar que preferiu não se identificar, no fim deste mês, Aécio iniciará as viagens pelo interior do Estado. Segundo ele, a peregrinação vai começar pelo Norte de Minas, na cidade de Patis. “Ele vai visitar todas as regiões do Estado. A princípio, já estão marcados 15 encontros com lideranças de municípios”, contou o deputado.

Apesar de ter declarado a possibilidade de se lançar como candidato ao governo do Estado, Aécio deixou claro aos aliados que disputará a reeleição para o Senado. De acordo com o parlamentar, o senador tem consciência de que existe um desgaste de sua imagem e de que terá muito trabalho pela frente. Entretanto, o tucano estaria animado, pois considera que essa será uma oportunidade de colocar seu ponto de vista sobre o assunto.

Da Redação com Ascom O tempo




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados