Menu

Primeira CPI da história de Inhaúma investiga prefeito

Câmara Municipal de Inhaúma abre CPI para apurar irregularidades na Gestão do Poder Executivo Municipal, com gastos excessivos nas contratações para eventos em 2017

Foto: reproduçãoFoto: reprodução


Na reunião ordinária do último dia 03 de maio os vereadores Gilberto Silva, Rejane Rocha e Patrícia Araújo, apresentaram o pedido que foi aceito e protocolado pela Câmara Municipal. Segundo o Requerimento Nº 15/2018, houve um aumento de quase 100% nos gastos com o Carnaval  de 2017 referente ao ano anterior. 

A CPI constituída pela Portaria Nº 04/2018 é composta pelos vereadores Patrícia Ribeiro de Araújo (presidente), Davi Roberto Alves (relator) e Rejane Aparecida da Silva Rocha (membro efetivo) e Gilberto Alves da Silva, Rodrigo Lourenço de Lima e Carlos José Pires (suplentes). A Comissão ficou de requerer do presidente da Câmara Municipal, Rogério Angelino da Silva, a contratação de assessoria especializada para dar prosseguimento ao processo.

A CPI tem prazo de 120 dias de investigação podendo ser prorrogado.

Da redação 




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados