Menu

Eleições 2018: conheça o candidato a deputado federal Tiago Mitraud (NOVO)

Tiago Mitraud é de Belo Horizonte e tem 32 anos. Formou-se em Administração na Universidade do Paraná e foi presidente da Brasil Júnior, a Confederação Brasileira de Empresas Juniores. Trabalhou por 7 anos na Fundação Estudar, como Diretor Executivo, sendo responsável pela criação de programas de liderança e carreira que já impactaram mais de 40 mil jovens brasileiros. Fez pós-graduação com bolsa na Harvard Business School e, recentemente, foi selecionado como Líder da RAPS e do RenovaBR, organizações que preparam pessoas para transformar a política do Brasil.

Mitroud decidiu-se filiar ao Partido NOVO e disputar vaga para deputado federal/ Foto: Alan Junio

Mitroud decidiu-se filiar ao Partido NOVO e disputar por Minas uma vaga na Câmara dos Deputados em Brasília. Ele afirma que não tem nenhum parente ou amigo na política. Também relata que resolveu entrar neste universo por causa de sua própria revolta e indignação quanto à péssima qualidade ética e moral dos políticos que representam os brasileiros.

O candidato destaca três bandeiras em sua campanha: empreendedorismo, eficiência e educação. De acordo com ele, na área da educação há uma inversão de prioridades no que se refere aos investimentos por parte da União uma vez que 70% dos recursos são destinados ao ensino superior e somente o restante é aplicado na educação básica. “O Governo Federal investe ao contrário. Precisamos melhor a qualidade da educação básica e cobrar recursos do Executivo,” explica Mitraud. Fazendo referência aos péssimos índices obtidos pelas escolas brasileiras, Tiago aproveita para reforçar a necessidade de um novo modelo de educação.

Sobre eficiência, o candidato defende a utilização justa dos impostos, pois as alíquotas praticadas são altas e os serviços prestados são de qualidade ruim. “Precisamos cortar gastos: verbas de gabinete, assessores, reembolsos, apartamentos funcionais, etc. Nós temos o Poder Judiciário mais caro do mundo. Nosso Judiciário custa mais que a monarquia inglesa,” revela Tiago.

O outro ponto defendido por Mitraud é o empreendedorismo. Para ele, o Brasil precisa ampliar os ambientes de negócios e melhorar as relações principalmente com os microempreendedores que representam 75% dos geradores de emprego. “A complexidade tributária é muito grande. Há excesso de burocracia e os encargos para se empregar alguém é muito alto. Esta é umas das razões pelo o qual existem tantos desempregados,” enfatiza.

Questionado sobre o motivo pelo qual se considera apto para representar os mineiros na Câmara dos Deputados, Tiago responde que nunca se envolveu com política antes. Ele só está concorrendo ao pleito porque assim como os outros eleitores, está indignado com a maneira como se faz política no Brasil e porque acredita que pode contribuir para melhorar o cenário atual. “Sempre fui idealista e trabalhei na melhoria da comunidade. Minhas realizações e conquistas mostram minha capacidade técnica e o meu potencial para conseguir resultados positivos,” declara.

Em relação aos constantes escândalos de corrupção no País, Mitraud defende a mudança na legislação anticorrupção. Ele afirma que é preciso ter um fim a cultura do corporativismo que implica nos arquivamentos de processos que acabam protegendo os agentes políticos. “Entrei em um partido (NOVO) o qual tenho orgulho de defender. Meu partido impõe regras que coíbem desvios éticos. Somos um partido limpo.”

Se eleito, Tiago promete reuniões abertas em várias cidades mineiras para ouvir as pessoas e prestar contas do seu trabalho. Ele também planeja deixar exposto em um site, as justificativas de seus votos e de seus gastos durante o seu mandato.

Por Nubya Oliveira




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados