Menu

Executivo apresenta na Câmara de Sete Lagoas, revisão do Plano Plurianual antes do texto ser protocolado

Técnicos do Executivo apresentaram para a Comissão de Fiscalização Financeira Orçamentária e de Tomada de Contas (CFFOTC), da Câmara, a revisão do Plano Plurianual (PPA) para os anos de 2019 a 2022. A Audiência Pública solicitada pelo Poder Executivo aconteceu nesta quinta-feira (20) no plenário do Legislativo.

Foto: AsCom CMSL/  Dos impostos discutidos na audiência 25% vão para a educação e 15% vai para a saúdeFoto: AsCom CMSL/ Dos impostos discutidos na audiência 25% vão para a educação e 15% vai para a saúde

O secretário municipal de Fazenda, Cássio Marcílio, foi o responsável pela condução dos trabalhos. A consultora financeira Rita de Cássia apresentou aos vereadores os dados referentes ao próximo PPA. Rita afirmou que da receita prevista para este ano de R$ 766 milhões, aproximadamente R$ 646 milhões devem, efetivamente, cair nos cofres do município.

A consultora mostrou como “o bolo” é fatiado e revelou que 25% dos impostos vão para a educação e 15% vai para a saúde. Pastas que mais demandam recursos ao município. Ainda de acordo com a apresentação, R$ 23 milhões anuais são destinados para pagamento de dívidas. “É preciso aplicar bem aplicado o recurso e saber se o retorno está sendo a contento da população”, definiu.

Para o presidente da CFFOTC, vereador Milton Martins (PSC), ficou claro, mais uma vez, que é preciso um corte de, pelo menos, 20% na folha de pagamento. “Se não buscarmos essa projeção vamos viver o que vivemos em 2016”. Afirmou se referindo a pagamentos atrasados que foram herdados pela atual gestão. “Ou reduzimos ou não vamos conseguir cumprir com nossos compromissos”, completou.

Mesmo diante das dificuldades relatadas e da dívida do Estado com o município que gira em torno de R$ 80 milhões, Renato Gomes (PV) falou em criatividade da gestão ao cobrar o pagamento da hora atividade. “Depende dessa questão para ter um aproveitamento melhor dos alunos em sala de aula”, entende.

O vereador Gonzaga (PSL) lamentou o fato de a dívida do município ter aumentado na última gestão do Executivo. A apresentação feita na Câmara faz parte da tramitação do projeto referente ao Plano Plurianual (PPA). O Legislativo aguarda agora o envio do projeto para que nova Audiência Pública aconteça e os vereadores estudem para proporem emendas, caso julguem necessário.

 

Com AsCom CMSL




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados