;
Menu

Sete Lagoas > Notícias > Política

Representante do Sind-UTE pede apoio de vereadores contra a reforma da Previdência

Representantes do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) de Sete Lagoas participaram da reunião ordinária da Câmara Municipal dessa terça-feira (21) e pediram apoio dos vereadores contra a reforma da Previdência. A diretora Maria do Carmo Cristelli solicitou que os parlamentares se posicionem e aprovem uma moção contrária à reforma.

Representante do sindicato pediu apoio do Legislativo / Foto: Ascom CâmaraRepresentante do sindicato pediu apoio do Legislativo / Foto: Ascom Câmara

Escolas das redes municipal e estadual estão em greve desde a última quarta-feira (15). “Estamos aqui hoje porque somos contra a reforma da Previdência que tanto retira direitos dos trabalhadores, dos nossos filhos, os nossos direitos”, disse Maria do Carmo.

O vereador Milton Martins (PSC) afirmou ser totalmente contrário à reforma. “Vou encaminhar pedidos a todos os deputados Federais Católicos e demais deputados, para que votem contra a reforma da Previdência”, revelou. Também se manifestaram contra Gilson Liboreiro (PSL), Pr. Alcides (PP), Gislene (PSD) e João Evangelista (PSDB), que sugeriu que a moção também seja assinada pelos servidores do Legislativo.

A moção deve ser apresentada e assinada pelos vereadores nos próximos dias. O pedido ainda não foi protocolado na secretaria da casa.

O Sind-UTE está organizando uma manifestação nesta sexta-feira (24), às 15h, no terminal urbano. Na segunda-feira (27), estudantes também devem se mobilizar.

Reformas
A reforma da Previdência foi proposta pelo governo federal e está em análise na Câmara dos Deputados, em Brasília. Entre outras coisas, ela prevê idade mínima de 65 anos para a aposentadoria. Também foi apresentado projeto para mudar a legislação trabalhista.


Por Marcelle Louise