Menu

Sete Lagoas > Notícias > Política

Pesquisa mostra que governo Lula atinge aprovação recorde

A popularidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva permanece alta, mesmo com a crise na economia mundial que já traz reflexos para o Brasil. Conforme a 94ª Pesquisa CNT/Sensus, divulgada hoje em Brasília (DF), o índice de aprovação do governo (71,1%) em dezembro bateu o recorde desde 1998 – quando foi iniciada a série dessas pesquisas pelas duas entidades. Em setembro deste ano, esse índice foi de 68,8%.

 

E a aprovação do desempenho pessoal do presidente (80,3%) também subiu. No mês passado, o índice foi de 77,7%. Somente em janeiro de 2003, primeiro mês de mandato, Lula obteve uma aprovação maior (83,6%). A crise financeira ainda não interferiu na imagem do presidente, mas já incomoda e traz preocupação aos entrevistados.

Do total de pessoas ouvidas pela pesquisa, 34,4% disseram já terem sido atingidas e 37,9% avaliam que o país está preparado para enfrentar a crise. A pesquisa foi realizada de 8 a 12 de dezembro, em 136 municípios de todas as regiões brasileiras. Foram ouvidas 2.000 pessoas e a margem de erro é de 3%.

Na avaliação do diretor presidente do Instituto Sensus, Ricardo Guedes, o governo ainda colhe os frutos do bom desempenho da economia do país. O discurso do presidente, ao afirmar que o Brasil está preparado para enfrentar esses problemas, também aumenta a confiança, segundo Guedes. “Em função do discurso, a população está dando um voto de crédito, mas tudo dependerá das medidas a serem tomadas e da eficiência que o país terá de ter para enfrentar essa crise mundial”, disse o diretor do Instituto Sensus.

Enquanto a popularidade do presidente está alta, a pesquisa mostrou uma queda nos índices de avaliação (49,29) e expectativa (66,16) sobre emprego, renda, saúde, educação e segurança pública. Em setembro deste ano, os números eram 54,30 e 73,82, respectivamente. O índice de avaliação se refere aos últimos seis meses e o de expectativa aos próximos seis meses.



Fonte: Assessoria de Imprensa - CNT

Links patrocinados