Menu

Sete Lagoas > Notícias > Região

Moradores de áreas em Ouro Preto e Nova Lima começam a ser removidos pela Vale

  • Categoria: Minas

A mineradora Vale começou hoje (20) a retirar cerca de 75 moradores de áreas próximas a cinco barragens construídas pelo método a montante nas cidades de Ouro Preto (MG) e de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG).

 Foto: Prefeitura de Nova Lima/ Medida faz parte de plano de desativação de barragens a montanteFoto: Prefeitura de Nova Lima/ Medida faz parte de plano de desativação de barragens a montante

A remoção dos moradores faz parte do plano de descomissionamento (desativação) das barragens de Vargem Grande, em Nova Lima, e Forquilha I, Forquilha II, Forquilha III e Grupo, em Ouro Preto.

Na última segunda-feira (18), a Agência Nacional de Mineração (ANM) determinou que todas as barragens “a montante” existentes no país sejam extintas ou descaracterizadas até 15 de agosto de 2021.

Segundo a empresa, cerca de 60 moradores serão transferidos preventivamente de 19 residências construídas na área de impacto da barragem de Vargem Grande, em Nova Lima, e outros 15 moradores de cinco casas localizadas na área rural de Ouro Preto.

“Os moradores da zona de autosalvamento serão contatados pela Vale e pela Defesa Civil”, afirmou a empresa. Segundo a Vale, os centros urbanos de Ouro Preto, Nova Lima, Itabirito e Congonhas não serão afetados pela medida.

Em nota, a prefeitura de Nova Lima afirma só ter sido informada da necessidade de evacuação às 8h45 de hoje, quando a Vale avisou a Defesa Civil municipal e acionou o plano de emergência. “A Defesa Civil Municipal já está se encaminhando ao local para acompanhar a ação da mineradora, atuar no cumprimento dos protocolos e garantir a segurança de todos”, diz o comunicado.

Uma equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social também está no local, oferecendo apoio às famílias.

A Vale informou que haverá pontos de atendimento e que serão prestadaos assistência e apoio necessários aos moradores retirados. A mineradora também se comprometeu a disponibilizar abrigo para os animais.

Mais detalhes, segundo a empresa, podem ser obtidos pelo telefone 0800 031 0831 ou pelo site www.vale.com.

A Agência Brasil ligou para o número indicado e, só na segunda vez, após uma espera de quase 15 minutos, conseguiu falar com uma atendente. Após algum tempo, ela confirmou que a evacuação começaria ao meio-dia e que funcionários da Vale prestarão todo o apoio necessário, oferecendo transporte, hospedagem, alimentação e, quando preciso, medicamentos para os removidos. De acordo com a atendente, haverá também apoio psicológico e de assistentes sociais.

Com Agência Brasil

Links patrocinados