;
Menu

Aumento de furtos a residências no distrito do Barreiro assusta população

A população do distrito do Barreiro em Sete Lagoas está alarmada com a quantidade de furtos a residências registradas nos primeiros dias de 2016. Eles afirmam que os crimes se concentram principalmente no loteamento Jardim Carolina.

Segundo moradores, nessa quarta-feira (6) por volta das 17h um suspeito foi visto pulando o muro de uma casa, e depois fugiu correndo pelas ruas do loteamento. Alguns populares tentaram alcançar o suspeito, mas não conseguiram encontrá-lo.

Na terça-feira (5), uma residência localizada no mesmo loteamento foi invadida e os criminosos levaram uma caminhonete Saveiro Cross, cor prata, placa: GZS 9836. O morador estava em seu emprego na hora do furto.

Loteamento no Jardim Carolina no Bairro Barreiro/ Foto: vereador Dalton AndradeLoteamento no Jardim Carolina no Bairro Barreiro/ Foto: vereador Dalton Andrade

Moradora a quatro anos do Loteamento Jardim Carolina, a senhora Vaneide Andrade Alves se diz insegura com a situação. “Com tantos roubos, quando o telefone toca eu fico achando que é algum vizinho ligando para falar que minha casa foi assaltada. Sinceramente queria que esta situação se resolvesse e tivesse policiamento no bairro para ter mais segurança”.

Ainda de acordo com os moradores, outras ocorrências de furtos e roubos também foram registradas em sítios e fazendas. Além disso, “assaltos a lotação que faz a linha Barreiro são registros corriqueiros desde 2015”, afirmaram.

Vista aérea do Loteamento Jardim Carolina, distrito Barreiro/ Foto: Google Maps Vista aérea do Loteamento Jardim Carolina, distrito Barreiro/ Foto: Google Maps

De acordo com J.G.P, que mora no bairro Barreiro a mais de 40 anos, até pouco tempo a região era tranquila, “um lugar que se podia dormir de janelas abertas, coisa típica de lugares do interior. Após a duplicação da BR 040, teve um grande aumento de moradores, e com isso chegou também a violência”, explicou.

“Hoje em dia tenho medo de deixar a casa sozinha, ficar na rua à noite e até mesmo de andar na lotação, pois estão assaltando. Os criminosos estão entrando nas casas com os moradores dentro, e quando chama a polícia ela demora muito a chegar e muitas vezes nem B.O se faz. Isso causa revolta e trás medo, pra quem mora aqui, estamos ansiosos por segurança, trazer a polícia para perto de nós”, relatou J.G.P.

Através das Associações de Bairro, os moradores já se articulam para uma reunião com o Comandante do 25º Batalhão da Polícia Militar. Eles pretendem discutir ações de policiamento que podem diminuir a ocorrência de atividades criminosas no Distrito.

Por Cristiane Cândido com Luciano O. Gonçalves



Publicidade

Comentários   

ELIZABETE PIMENTEL
+5 #3 ELIZABETE PIMENTEL 08-01-2016 14:00
NA MINHA CASA ENCOSTARAM O CAMINHÃO LEVARÃO TUDO DEIXOU A CASA LIMPA.TIVE UM PREJUÍZO DE MAIS DE 50 MIL REAIS,ESTAVA EU VIAJANDO.E O PIOR QUE VINHOS MEUS VIRAM E NEM SE QUER CHAMARA A POLICIA.ESTE LADRÃO E CONHECIDO AI DO BARREIRO TEMOS QUE DESCOBRIR..JÁ QUE NÃO PODEMOS PAGA PARA INVESTIGA DESCOBRIR E QUEIMA-LO VIVO.ESTOU MUITO REVOLTADA..
Citar
Amigos do Barreiro
+3 #2 Amigos do Barreiro 08-01-2016 11:58
População esta assustada e como medo de sair de casa, o crime tomou conta da região e não e por falta de mobilização as Associações que representam os moradores sempre buscam parcerias com a PMMG para garantir a segurança, mas o pouco efetivo polícia da cidade sempre vem como problema para a instalação de uma unidade de polícia no Distrito.
Citar
Cidadão Inseguro
+3 #1 Cidadão Inseguro 08-01-2016 09:39
Polícia Militar gentileza olhar com carinho esta situação, tenho sítio perto desse local e já fui roubado mais de 8 vezes, inclusive 2 vezes a mão armada. quando conseguimos acionar a polícia demorou mais de 5 horas para que a viatura chegasse ao local.
O clima de toda região é de insegurança, esses dias atrás foi preso 3 indivíduos aí do barreiro que roubaram em uma fazenda da região, fizeram uma verdadeira limpa no local, eles são suspeitos de vários outros assaltos na região.
TRISTE REALIDADE.
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar