Menu

Coluna / Tempo Esportivo / Sem Luan, Atlético tem menos intensidade em 2017

O torcedor atleticano segue na expectativa em ver de volta um de seus principais jogadores para a temporada 2017. Contudo, a situação de Luan no Atlético é bastante incômoda.

Jogador Luan / Foto: Globoesporte Jogador Luan / Foto: Globoesporte

A última atuação completa do jogador foi em 6 de abril de 2016. Desde então, ele enfrenta problemas físicos e não consegue uma sequência entre os titulares. Embora treine normalmente, o xodó da torcida ficou de fora da relação de atletas para o jogo contra o Godoy Cruz, pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.

Luan chegou a participar da pré-temporada comandada por Roger Machado, mas às vésperas da estréia do time, queixou-se de dor no joelho direito, o mesmo que precisou operar para corrigir lesões na cartilagem e no menisco no ano anterior. O atleta segue fazendo trabalho de fortalecimento na perna.

A intenção é evitar que Luan volte a ter um problema físico na região operada. A lesão o afastou do gramado, em 2016, por três meses. Contudo, após quatro confrontos, o jogador voltou a se contundir.

O problema, desta vez, era uma lesão muscular na coxa direita. Depois da recuperação, Luan voltou ao time. Porém, foi utilizado com mais cautela, sempre substituído na etapa complementar. Com a mesma calma de seu antecessor para escalar Luan, Roger Machado optou por não levar o jogador à Argentina.

Sem Luan em campo, uma das marcas registradas do Galo tem ficado em segundo plano: A luta, a entrega do time e a intensidade de jogo, tão valorizadas pela torcida não têm sido registradas em 2017.

Por outro lado, o esquema tático proposto por Roger ainda não foi bem assimilado pelo grupo e o torcedor tem demonstrado uma certa impaciência com o excesso número de passes errados e a falta de contundência ofensiva. 

Tempo Esportivo 
O início de 2017 tem sido bem diferente para o torcedor do Cruzeiro, se comparado com as duas últimas temporadas. Com a manutenção do técnico Mano Menezes e a chegada de reforços de qualidade, enfim o time poderá voltar a sonhar com grandes conquistas.

Rafael Sóbis / Foto: UOL / Esportes Rafael Sóbis / Foto: UOL / Esportes

Um jogador, em especial, vem fazendo a diferença nesses primeiros jogos de 2017: Rafael Sóbis é o principal nome do Cruzeiro e tem se destacado tanto no número de gols marcados, quanto nas assistências para os companheiros.

Não são apenas os seis gols marcados em oito jogos que proporcionam este rótulo ao centroavante, mas também a facilidade para servir os companheiros.

Domingo passado ele voltou a dar uma assistência para garantir o triunfo do time no Campeonato Mineiro, desta feita contra o América, em Teófilo Otoni.

O dono da camisa 7 lidera os dois quesitos pelo clube celeste. Ele é o artilheiro, com seis bolas na rede, e o melhor garçom, com três passes para os colegas de elenco. Rafael Sóbis ainda tem um ponto positivo na Toca da Raposa II: A ausência de lesões é um ponto que o permite se tornar um nome importante para o plantel.

Sobre a desenvoltura da equipe, o técnico Mano Menezes tem se mostrado satisfeito. O treinador, contudo, puxou a orelha de seus comandados por conta dos erros de finalização, especificamente no jogo de Teófilo Otoni.

Para Mano a equipe não pode dar "sopa para o azar" nos confrontos disputados neste início de temporada, principalmente no interior do estado, onde as condições do gramado costumam nivelar algumas partidas. Embora tenha dado uma bronca em seus atletas, o técnico gaúcho destacou a forma de atuar do adversário, que ocupa a lanterna do Campeonato Mineiro.

O América jogou mais fechado no primeiro tempo, estabeleceu uma estratégia inteligente e foi mais ofensivo na etapa complementar. Domingo, o Cruzeiro terá pela frente o clássico contra o América, válido pela 7ª rodada da fase classificatória. O jogo será no Estádio Independência às 16 horas. 

Semifinalistas da Copa Embrapa serão definidos no final de semana 
A última rodada da Copa Embrapa de Futebol Máster será realizada no próximo final de semana. As dez equipes disputam 4 vagas nas semifinais da Taça de Ouro e outras 4 na Taça de Prata. O lanterna de cada chave será, automaticamente, eliminado da competição.  

Copa Embrapa / Foto: Ilustrativa Copa Embrapa / Foto: Ilustrativa

A quarta rodada da primeira fase foi realizada no último final de semana e os resultados foram os seguintes:
União Expresso 4x 2 Criciúma
Santa Cruz 1x 5 Veteranos de Prudente de Morais
Embrapa3 x 1 Santa Rita de Cordisburgo
Sete de Setembro de Caetanópolis 3x 4 Sete Lagoas / Fortaleza

Todas as partidas da Copa Embrapa são realizadas aos sábados à tarde e aos domingos pela manhã. Os jogos estão acontecendo na Associação dos Empregados da Embrapa, próximo à chegada em Prudente de Morais e o público tem acesso liberado através da portaria da estrada das Areias, na região do Tamanduá.

Após a realização dequatro rodadas, a classificação está assim:
Grupo A:
1º Santa Rita de Cordisburgo: 09 pontos
2º Bosque e Embrapa: 06 pontos
4º Sete Lagoas / Fortaleza: 03 pontos
5º Sete de Setembro de Caetanópolis: 00 ponto

Grupo B:
1º Uberlândia / Ideal: 09 pontos
2º Veteranos de Prudente de Morais e União Expresso: 06 pontos
4º Criciúma: 03 pontos
5º Santa Cruz: 00 ponto

A quinta e última rodada da primeira fase tem os seguintes confrontos previstos para o final de semana:

Sábado, 11 de março:
14h – Embrapa x Sete Lagoas / Fortaleza
16h – Uberlândia / Ideal x Santa Cruz
Domingo, 12 de março:
08h30 – Bosque x Sete de Setembro
10h – Veteranos de Prudente de Morais x União Expresso

Folgam na quinta rodada: Santa Rita de Cordisburgo e Criciúma 

Definidos os grupos para a disputa da João da Cunha 
Foi realizada na sexta-feira da semana passada a reunião que definiu todos os detalhes para a disputa da XVIII edição da Copa João da Cunha, um dos principais campeonatos de futebol amador da região.

Na reunião da Liga Eclética Desportiva Sele-lagoana foram ajustados todos os detalhes da XVIII Copa João da Cunha / Foto: LED'sNa reunião da Liga Eclética Desportiva Sele-lagoana foram ajustados todos os detalhes da XVIII Copa João da Cunha / Foto: LED's

Ao todo, 20 equipes confirmaram presença. Durante o arbitral foi feito o sorteio das chaves, que contarão com 05 agremiações em cada uma. A abertura da edição deste ano será entre Garimpeiro e Santa Cruz / FP Rações, no próximo sábado, às 15:30 no Campo do Eucalipal. Será a reedição da final do ano passado, vencida pelo Garimpeiro.

A primeira fase será disputada em confrontos envolvendo os times da chave A contra a chave X e da chave B contra a chave D. Ao final da fase classificatória, os 04 primeiros colocados de cada grupo avançam para a etapa eliminatória.

Eis as chaves:
Grupo A:
Garimpeiro
FAFC
Pinheiros
União Brejinho
Uberaba

Grupo B:
Máfia Azul
Turi
SET
ABC Celulares
Chape

Grupo C:
Santa Cruz / FP Rações
Bosque
Bela Vista
Grêmio Alkaida
Juventude / Itapuã

Grupo D:
Arizona
União Amigos
Celeste
Tchê Garotos
Criciúma

Mudanças deixam a Fórmula I mais atrativa e veloz 
Se o novo regulamento da Fórmula 1 vai tornar a categoria mais competitiva, ninguém tem certeza. Mas que os pilotos mais experientes já aprovaram as mudanças de regulamento que tornaram os carros mais rápidos, isso não há dúvida. Todos são unânimes em afirmar: A categoria em 2017 voltará a ser o que era há mais de 10 anos.

Foto: F1 Mania Foto: F1 Mania

Segundo Felipe Massa, que se desaposentou, os carros são um pouco parecidos com os da década passada, embora os atuais sejam os mais largos que já apareceram na F 1, e com os pneus mais largos também.

Assim como o brasileiro, que completa 36 anos em abril, Kimi Raikkonen, de 37, e Fernando Alonso, de 35, são os únicos remanescentes da época em que a Fórmula 1 teve os carros mais rápidos de sua história, em 2004. E, após a primeira experiência com os novos equipamentos, nos testes de pré-temporada da semana passada, todos aprovaram as novidades.

Apesar de não terem pilotado os carros mais rápidos da história da Fórmula 1, Sebastian Vettel e Lewis Hamilton sentiram, no início de suas carreiras, o gosto de poder levar seu equipamento mais ao limite, uma vez que até 2009, as máquinas produziam mais pressão aerodinâmica, os pneus eram mais aderentes e o fato de haver reabastecimento nas provas fazia com que os pilotos pudessem forçar mais.

A temporada 2017 tem início previsto para o dia 26 de março, na Austrália.
Veja o calendário completo de corridas para este ano:
26 de março – Austrália (Melbourne)
9 de abril – China (Shanghai)
16 de abril – Bahrein (Bahrein)
30 de abril – Rússia (Sochi)
14 de maio – Espanha (Barcelona)
28 de maio – Mônaco (Monte Carlo)
11 de junho – Canadá (Montreal)
25 de junho – Azerbaijão (Baku)
9 de julho – Áustria (Spielberg)
16 de julho – Grã-Bretanha (Silverstone)
30 de julho – Hungria (Budapest)
27 de agosto – Bélgica (Spa-Francorchamps)
3 de setembro – Itália (Monza)
17 de setembro – Cingapura (Cingapura)
1º de outubro – Malásia (Sepang)
8 de outubro – Japão (Suzuka)
22 de outubro – Estados Unidos (Austin)
29 de outubro – México (Mexico City)
12 de novembro – Brasil (São Paulo)
26 de novembro – Abu Dhabi (Abu Dhabi)





Álvaro Vilaça é formado em Comunicação Social e Marketing, apresentador de TV, narrador e repórter esportivo da Rádio Inconfidência de Belo Horizonte, Diretor de Programação e Coordenador de Esportes da Rádio Eldorado e do Jornal Hoje Cidade. Também é o responsável pela coluna de Esportes do Jornal Notícia e é professor de Negociação, Compras e Marketing das Faculdades Promove de Sete Lagoas. Pós-Graduado em Administração e Marketing



Publicidade
Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar