Menu

Coluna / Tempo Esportivo / Jesel 2018 já começou e terá quatro etapas

A data de início da Copa do Mundo na Rússia está se aproximando. Agora, faltam menos de 40 dias para a partida inaugural em Moscou, entre Rússia e Arábia Saudita, no dia 14 de junho. O jogo será às 12 horas, pelo horário de Brasília.

Time da Seleção Brasileira 2018 / Foto: www.mg.superesportes.com.brTime da Seleção Brasileira 2018 / Foto: www.mg.superesportes.com.br

Para o torcedor, imprensa, profissionais que vão trabalhar durante o torneio, jogadores, comissões técnicas, fica a expectativa de que a grande festa do futebol chegue logo. Durante os 32 dias de mundial as principais competições nacionais e internacionais de clubes estarão paradas. Os olhos do mundo estarão voltados para o maior país, em extensão territorial, do planeta.

Por incrível que pareça, após o desastre na última Copa do Mundo, em casa, com a goleada histórica sofrida para a Alemanha, em pleno Mineirão por 7 x 1, a Seleção Brasileira chega em 2018 entre as favoritas para vencer o Mundial. Boa parte dessa expectativa gira em torno do trabalho de Tite à frente da equipe. O treinador conseguiu formar um time competitivo, com bons valores individuais. Depois de um péssimo inicio nas eliminatórias, sob o comando de Dunga, a equipe passou a ser dirigida por Tite e, em 11 jogos, a seleção conquistou nove vitorias e dois empates. Nesse período, o time marcou 32 gols, média de 2,28 por jogo e sofreu apenas quatro.

Ao todo serão 32 seleções na disputa e 64 jogos distribuídos em 32 dias. No dia 15 de Julho a grande decisão vai acontecer no estádio Olímpico Lujniki, o mesmo que será palco da estréia do Mundial. Nesse cenário e analisando o histórico recente das seleções que disputarão a Copa, é possível apontar alguns países como favoritos ao título: Além do Brasil, Alemanha, Espanha e França parecem muito bem preparadas. Mas, pela tradição, Argentina e Inglaterra não podem ser esquecidas. Contudo, uma candidata a sensação do torneio é a Bélgica, que jamais chegou à decisão de uma Copa do Mundo.

O último título da seleção aconteceu em 2002, mesmo assim o Brasil continua como grande candidato ao caneco. Afinal, a Seleção Brasileira já venceu por cinco vezes o Mundial e é o país que conta com mais troféus. Mas, o favoritismo não existe somente por causa da nossa história. Por características jogadores brasileiros são os mais capazes de improvisar, fazer algo que quebre o rotulo de um jogo bem estudado taticamente, o drible, o gingado, a magia são incomparáveis. Além dessas qualidades, a seleção de Tite é muito bem estruturada do ponto de vista tático. Ter um padrão de jogo é necessário, executar com eficiência é mais importante ainda. Nesse contexto as individualidades aparecem no momento certo. Entender que o jogo coletivo é obrigatório e saber que somente o individual não ganha jogo é um passo enorme que a seleção deu nos últimos tempos.

O Brasil esta no grupo E da Copa do Mundo, ao lado de Costa Rica, Sérvia e Suíça. O primeiro jogo será contra a Suíça, no dia 17 de junho, um domingo, às 15 horas pelo horário de Brasília.

Provável time titular do Brasil para a estreia: Alisson; Daniel Alves, Miranda (Thiago Silva), Marquinhos e Marcelo; Casemiro, Fernandinho (Renato Augusto), Paulinho e Fillipe Coutinho; Neymar e Gabriel Jesus (Roberto Firmino).

Jesel 2018 já começou e terá quatro etapas

A primeira etapa de um dos eventos esportivos mais aguardados do ano começou no final de semana passado! A Prefeitura de Sete Lagoas, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, está realizando a edição 2018 dos Jogos Estudantis de Sete Lagoas (Jesel).

Os Jogos Estudantis 2018 estão sendo realizados em quaro etapas / Foto: Álvaro VilaçaOs Jogos Estudantis 2018 estão sendo realizados em quaro etapas / Foto: Álvaro Vilaça

O Jesel faz parte do calendário esportivo e sua realização já se transformou em lei municipal. O objetivo do evento é contribuir para o aumento da participação da juventude estudantil setelagoana em atividades desportivas, promovendo a integração social, o exercício da cidadania e a descoberta de novos talentos.

Para este ano, a competição foi dividida em quatro etapas. Ainda podem acontecer pequenas adaptações de datas, em função das férias escolares e do período da Copa do Mundo. No último final de semana foi iniciada a primeira etapa com as modalidades de peteca, tênis de mesa e vôlei de praia. Devido ao novo formato, com etapas fracionadas, a cerimônia de abertura oficial só deverá acontecer em agosto.

A segunda etapa será em junho, entre os dias 02 e 03, e vai contemplar o atletismo e o xadrez. Já em julho, nos dias 28 e 29, será a vez dos adeptos de vôlei de quadra, handebol e basquete. Por fim, em agosto, nos dias 18 e 19, será realizada a quarta etapa com a inclusão do futsal, que tem sido, nos últimos anos, a modalidade mais procurada pelos alunos de Sete Lagoas.

O Prefeito Leone Maciel é um grande apoiador do evento: “Eu fiquei muito feliz com a edição de 2017. Quero que o Jesel continue fazendo parte da vida dos estudantes de Sete Lagoas. Por isso, precisamos apoiar de forma ampla, para que os nossos jovens se sintam atraídos e possam participar cada vez mais”!

O Secretário de Esportes e Lazer, Fabrício Fonseca, deu detalhes sobre esta edição do Jesel: “É uma integração muito positiva dos alunos da rede de ensino, tanto pública, quanto particular. Estamos alterando o formato de disputa em relação aos anos anteriores por uma série de motivos: Sendo fracionado, facilita a logística, a organização das escolas, porque há casos em que um mesmo aluno participa de mais de uma modalidade e também por causa da questão financeira, uma vez que enfrentamos muitas dificuldades com fluxo de caixa neste ano de 2018”.

Curiosidades sobre a história das Copas do Mundo

Ao longo de suas 20 edições e quase 90 anos de existência, a Copa do Mundo sempre teve momentos marcantes, resultados surpreendentes, lances inusitados e curiosidades sobre equipes, torcedores e imprensa, além de muitas novidades apresentadas pelos países que sediaram o evento.

Na edição desta semana separamos algumas curiosidades que marcaram a história dos Mundiais:
1) Desde 1982 o Peru não disputa uma Copa do Mundo.
2) O Brasil é o único país do mundo a ter disputado todas as copas.
3) A Suíça foi o único país que não sofreu gols durante uma edição do Mundial (2006).
4) A Copa da Rússia será disputada em 12 estádios de 11 cidades diferentes e será a 21ª edição.
5) Islândia e Panamá vão disputar pela primeira vez o Mundial.
6) Esta é a primeira vez, desde 1958, que a Itália não estará na Copa do Mundo.
7) O Brasil é o país com mais expulsões (11).
8) A França vai disputar a sua sexta Copa do Mundo consecutiva, a sua melhor sequência da história.
9) A última vez que a Suíça chegou às quartas de final de um Mundial foi em 1954.
10) Dentre todos os países que já foram campeões mundiais, o Uruguai é o que está a mais tempo sem levantar a taça: São 68 anos, desde a Copa de 1950 no Brasil.
11) Todas as Copas foram conquistadas por países da Europa (11) ou América do Sul (9).
12) No raio-x em finais de Mundiais entre ambos, a América do Sul possui sete vitórias contra apenas três dos europeus.
13) A América do Sul também leva vantagem em vitórias nos confrontos diretos em Copas do Mundo contra os europeus. Em 65 duelos, os sul-americanos venceram 35, contra 30 triunfos dos europeus.
14) Até 1918, os russos seguiam o calendário Juliano, que era usado desde o Império Romano. O calendário que indica o Natal como dia 25 de dezembro é o gregoriano, mas a Igreja Ortodoxa Russa não aceitou segui-lo! Então, religiosamente, o país segue datas diferentes das impostas pelo governo e, consequentemente, seu ano novo acontece no dia 13 de janeiro.
15) A definição das chaves nas Eliminatórias européias respeitou o Ranking da FIFA. As seleções foram divididas em seis estratos diferentes, nos quais os mais bem classificados não poderiam se cruzar. E, nesta separação, os islandeses compuseram o último grupo de países, por ser a 121ª colocada no ranking. O país tem apenas 320 mil habitantes e participa da Copa pela primeira vez.

Álvaro Vilaça é formado em Comunicação Social e Marketing, apresentador de TV, ex-narrador e ex-repórter esportivo da Rádio Inconfidência de Belo Horizonte, Diretor de Programação e Coordenador de Esportes da Rádio Eldorado e do Jornal Hoje Cidade. Também é o responsável pela coluna de Esportes do Jornal Notícia e é professor de Negociação, Compras e Marketing das Faculdades Promove de Sete Lagoas. Pós-Graduado em Administração e Marketing.




Banner Camara Municipal 220518
Publicidade
Publicidade

Links patrocinados