Menu

Coluna / Tempo Esportivo / Prefeitura de Sete Lagoas confirma edição 2018 da Copa do Futuro

Os problemas extracampo continuam sendo o principal destaque nos clássicos entre Atlético e Cruzeiro. O problema parece estar cada vez mais longe de uma solução e falta bom senso para todas as partes envolvidas.

Foto: diariodegoias.com.brFoto: diariodegoias.com.br

Acomodada em um camarote diferente do que geralmente fica no estádio, a diretoria do Cruzeiro reclamou da hostilidade que teve de passar, em função de ter ficado no meio de dois camarotes em que estavam integrantes de uma torcida organizada atleticana. Durante o intervalo, membros da Polícia Militar foram chamados ao local para conter os ânimos.

Depois de o Cruzeiro publicar uma nota em seu site oficial definindo o ocorrido no Horto como "atitude covarde", o Atlético rebateu a declaração em sua página na internet. Segundo a nota, "covardes" são os que acobertaram os torcedores que agrediram o meio-campo Luan após o jogo da decisão do Campeonato Mineiro, no dia 8 de abril, no Mineirão.

Na ocasião citada pelo Galo, dois torcedores do Cruzeiro teriam empurrado o jogador do Atlético após o término da decisão do Campeonato Estadual, ainda no gramado.

As críticas de Itair Machado ao presidente Sérgio Sette Câmara também foram rebatidas na nota publicada pelo Alvinegro. Ainda no estádio, o Galo afirmou que o local diferente do habitual para o camarote do Cruzeiro foi devido a pedido do clube celeste, pois o espaço solicitado foi de 18 lugares e o único compatível era o mais próximo dos torcedores.

No fim das contas ninguém saiu ganhando com os problemas nos dois últimos jogos. O bom senso segue perdendo para a falta de equilíbrio e respeito entre as partes.

Agora fica a apreensão para o jogo do returno do Campeonato Brasileiro, marcado para setembro, no Mineirão, com mando de campo do Cruzeiro. Se as duas diretorias não colocarem um ponto final nesta guerra de bastidores encerrar de uma vez por todas as provocações infantis e irresponsáveis, problemas mais sérios poderão acontecer daqui pra frente.

Parece que os diretores também não entenderam que, o desequilíbrio deles sempre é transferido para as arquibancadas e locais públicos, fato que sempre contribui para o aumento da violência entre torcidas rivais. Lamentável!

Nota zero para as duas diretorias!

Prefeitura de Sete Lagoas confirma edição 2018 da Copa do Futuro

Agora é oficial! A Copa do Futuro, edição 2018, será realizada em três categorias e deverá começar nas próximas semanas. Algumas reuniões estão acontecendo para a definição dos detalhes técnicos. O torneio envolve garotos com idade entre 9 e 15 anos.

Pais, demais familiares, amigos dos jogadores mirins e o público em geral poderão acompanhar os jogos que serão realizados em vários campos da cidade. Os garotos serão divididos em três categorias, de acordo com a data de nascimento: 2003-2004; 2005-2006; 2007-2008.

A realização é da Prefeitura de Sete Lagoas, através da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer e tem o apoio técnico da Liga Eclética Desportiva Setelagoana.

Trata-se de um dos projetos mais marcantes da Prefeitura de Sete Lagoas e envolve centenas de crianças e adolescentes da cidade e região. O Prefeito Leone Maciel, que já havia apoiado de forma irrestrita a edição anterior, falou sobre a expectativa para 2018: “Esta é uma prioridade no nosso calendário esportivo. O esporte é fundamental para a formação do cidadão e os campeonatos que envolvem crianças e adolescentes merecem uma atenção ainda maior do poder público e é isso que vamos fazer novamente, sem medir esforços”.

Na edição anterior, um dos destaques foi o América do bairro das Graças, que chegou a três finais e ganhou o título na categoria Sub-12, com garotos nascidos entre 2005 e 2006.
A relação de todos os campeões de 2017 é a seguinte:
Categoria 2007/2008: Bola Verde (Caetanópolis)
Categoria 2005/2006: América do bairro das Graças (Sete Lagoas)
Categoria 2003/2004: Instituto Trilhar do bairro Santa Rosa (Sete Lagoas)

A 12ª edição do torneio, realizada no ano passado, teve a participação de 12 equipes distribuídas nas três categorias: América, Bela Vista em parceria com o Boa Vista, Curitiba, Montreal, Projeto Caminhar Verde Vale, Instituto Trilhar, Funilândia, Portuguesa, Serrinha, Bola Verde de Caetanópolis, Vista Alegre de Matozinhos e Vasco da Gama do bairro Boa Vista. Após a reunião da próxima quinta-feira (24) serão divulgadas as chaves, datas e locais das partidas da primeira fase da competição.

Com apoio do poder público, futevôlei de Sete Lagoas segue em crescimento

Uma parceria que começou na iniciativa privada e que se estendeu com o apoio da Prefeitura de Sete Lagoas, através da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer segue rendendo ótimos frutos para os amantes do futevôlei local.

O Instituto Trilhar conquistou o título da Copa do Futuro 2017 na categoria 2003-2004O Instituto Trilhar conquistou o título da Copa do Futuro 2017 na categoria 2003-2004

O mais recente êxito aconteceu numa disputa saudável e bem acirrada, envolvendo os alunos da Academia de Futevôlei do Clube Náutico de Sete Lagoas, que demonstraram muita habilidade no 1º Open de Futevôlei.

Com jogadas de efeito e um vigor físico apurado para conseguir realizar todos os jogos do dia, os atletas se desdobraram e dedicaram ao máximo, para que o torneio fosse um sucesso.

A final reservou um diferencial nas areias do Clube, pois pai e filho - Juarez Marques e Léo Marques – disputaram juntos uma excelente partida, contra a dupla formada por Fábio e Edmilson.

Mesmo ficando em segundo lugar, o associado Juarez Marques elogiou muito o torneio, e comentou que, independente do resultado, ele já se sentia um vencedor por ter a oportunidade de participar do torneio com pessoas fantásticas e, principalmente, por ter tido a oportunidade de jogar ao lado do seu filho: “Esse prêmio eu levarei para vida toda”, completou Juarez.

A academia Team Mackson completou um ano de treinos e aulas, com os associados do Clube e, durante todo esse tempo, além dos aprendizados técnicos, os ganhos físicos, persistência dos atletas, o comprometimento, a amizade e a união dos alunos fizeram da academia uma família.

“Só tenho a agradecer a todos pelo apoio e pela oportunidade de conviver com pessoas maravilhosas e dedicadas, que engrandecem a cada dia o futevôlei de Sete Lagoas”, ressalta o professor e técnico Mackson Franco.

A classificação final do 1º Open da cidade foi a seguinte:
- Dupla campeã: Fábio e Edmilson
- Vice-campeões: Juarez Marques e Léo Marques
- Terceiro lugar: José Ozório (Ferrugem) e Grasiano

Mackson também realiza atividades para fomentação do futevôlei no Parque Náutico da Lagoa da Boa Vista, numa parceria que foi firmada em 2017 com a Secretaria de Esportes. Semanalmente, em horários e dias variados e de forma gratuita, alunos de diversas regiões da cidade praticam a modalidade esportiva, numa iniciativa que já rendeu algumas boas descobertas de talentos na cidade. As aulas acontecem as terças e quintas-feiras de 08h às 10h da manhã e 16h às 18h.

Álvaro Vilaça é formado em Comunicação Social e Marketing, apresentador de TV, ex-narrador e ex-repórter esportivo da Rádio Inconfidência de Belo Horizonte, Diretor de Programação e Coordenador de Esportes da Rádio Eldorado e do Jornal Hoje Cidade. Também é o responsável pela coluna de Esportes do Jornal Notícia e é professor de Negociação, Compras e Marketing das Faculdades Promove de Sete Lagoas. Pós-Graduado em Administração e Marketing.




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados