Menu

Coluna / Tempo Esportivo / América fica em apuros após saída de treinador

Primeiro Tempo

Foto: www.portalt5.com.br

Ainda faltam mais de três semanas para que o calendário do futebol brasileiro possa voltar à ativa. Enquanto a Copa do Mundo vai se desenrolando na Rússia, os bastidores dos clubes seguem agitados por aqui.

Anunciados recentemente pelo Atlético, o colombiano Yimmy Chará e o uruguaio David Terans serão novidades no elenco que se reapresenta após o recesso planejado, já na próxima semana.

Ponta direita de origem, Chará deve brigar por posições no time titular com Luan e Roger Guedes (ou pode até ser o substituto do atacante palmeirense, que dificilmente seguirá no futebol brasileiro).

Terans é um armador que trabalha mais pelo lado esquerdo do campo. Dono de um chute potente e preciso, o uruguaio poderá ser uma alternativa para a vaga deixada por Otero. Outra posição que pode oferecer ao gringo uma chance de titularidade é a que tem sido ocupada por Cazares. Irregular e questionado pela torcida, o equatoriano vê seu posto de camisa 10 ameaçado. Se não mudar sua forma de atuar e buscar um posicionamento mais próximo dos atacantes, a tendência é de que as dificuldades sejam ainda maiores. Aliás, Cazares é outro que tem propostas do futebol europeu e pode deixar o Atlético já nesta janela de transferências.

Segundo Tempo

Com a segunda rodada da Copa do Mundo acontecendo na Rússia, algumas situações envolvendo o árbitro de vídeos vieram à tona, sobretudo após o jogo de estreia do Brasil, diante da Suíça, domingo (17).

A Seleção reclamou muito de um empurrão do suíço Zuber em Miranda no lance que gerou o gol de empate. Porém, a Fifa avaliou positivamente a arbitragem do mexicano Cesar Ramos na estreia do Brasil na Copa. A visão da entidade é de que não houve falta no zagueiro brasileiro. Apesar disso, avaliou que a exibição do replay da jogada no telão do estádio foi um erro e que o fato inflamou a torcida presente em Rostov. A orientação da entidade para as equipes de televisão que cuidam dessa operação é de não exibir jogadas controversas. Porém, não há ninguém do time de arbitragem que acompanhe o processo com os responsáveis pela transmissão.

A equipe do VAR analisa constantemente todos os lances do jogo – o que chamam de checagem silenciosa. O lance do gol foi revisto pelos árbitros que atuaram no jogo entre Brasil x Suíça e nenhum deles achou que foi falta. O árbitro mexicano César Ramos recebeu a mensagem de que deveria deixar o jogo seguir.

Aí ficam algumas dúvidas sobre o VAR: De que adianta a tecnologia no futebol, com a presença do árbitro de vídeo, se o time que se julga prejudicado não tem o direito de pedir uma checagem num determinado lance polêmico? De que adianta a tecnologia em campo, se os árbitros e seus assistentes preferem brigar com a imagem? Qual o sentido dessa instrução da Fifa, que, ao invés de rever o lance, orienta aos operadores de vídeo para que a imagem não seja disponibilizada para os torcedores presentes no estádio?

Que a tecnologia é muito importante para a correção de injustiças no futebol, não há dúvidas, mas existe uma necessidade absurda de evoluir muito e fazer os devidos ajustes na parte operacional. Do contrário, a emenda ficará pior do que o soneto!

ADM / Rádio Eldorado conquista a Copa Promove de Futebol Society

Está finalizada a primeira edição do Campeonato Promove de Futebol Society. Após quatro semanas de jogos disputados entre alunos, ex. alunos, professores e demais funcionários da instituição, o time da Rádio Eldorado, em parceria com o setor Administrativo das Faculdades Promove ficou com o título. A campanha foi irretocável, com 04 vitórias em quatro jogos e 100% de aproveitamento dos pontos disputados.

Um total de 09 equipes e 100 atletas participaram do torneio. Além de sete times formados por alunos e ex. alunos das Faculdades Promove, uma equipe de professores e outra de funcionários da instituição de ensino, em parceria com a Rádio Eldorado (que pertence ao mesmo grupo), completaram a lista de participantes.

Foram diversos os objetivos do campeonato, dentre eles: Maximizar e difundir a prática do futebol society, elevar o nível técnico da modalidade e, principalmente, contextualizar o desporto como meio de integração entre todos que militam na comunidade acadêmica.

Através de sorteio, as 09 equipes foram divididas em três chaves:
Chave A: Engenários, Galáticos e Meia Boca Juniors
Chave B: Professores, Boleiros e La Bestia Negra
Chave C: ADM/Rádio Eldorado, Engenharia FC e Engegolo

Ao final da primeira fase, o campeão de cada chave e o melhor segundo colocado pelos índices técnicos, seguiram para a disputa da fase semifinal.

Os jogos finais foram disputados na última sexta-feira (15) à noite. O terceiro lugar ficou com a equipe dos Galáticos.

A grande final foi realizada entre ADM / Rádio Eldorado e Engegolo. Num jogo frenético, com alto índice técnico e bom futebol de ambas as partes, quem se deu melhor foi o time do ADM, que venceu por 6 x 4 e sagrou-se campeão.

Os três primeiros colocados receberam troféus e medalhas. Além disso, o time campeão faturou um prêmio especial de R$ 300,00 em dinheiro.

Todos os jogos foram disputados no Espaço Gol de Placa, que está localizado na rua Alcides Fonseca, 77, bairro Henrique Nery. O principal ponto de referência é o Posto Castelo. O espaço esportivo fica exatamente atrás do posto de combustíveis. O telefone é 3176-4959.

América fica em apuros após saída de treinador

Definitivamente, não estava no planejamento da diretoria do América perder o técnico Enderson Moreira para a sequência do Campeonato Brasileiro. Agora o clube terá de usar parte da parada no calendário, durante a Copa do Mundo, para contratar um treinador. De maneira surpreendente, Enderson Moreira pediu demissão no último final de semana. O técnico, campeão da Série B com o Coelho, aceitou a proposta do Bahia, que curiosamente, está atrás do América na tabela de classificação do campeonato. Caberá à diretoria do América encontrar o mais rápido possível um substituto para aproveitar o período sem jogos e reiniciar o trabalho.

Foto: esporte.uol.com.br

A lista de opções é grande e começa com um velho conhecido da torcida do Coelho: Givanildo de Oliveira. Ele contabiliza 235 jogos no comando da equipe mineira, sendo o segundo treinador que mais dirigiu o time. Givanildo só fica atrás de Yustrich, com 278 partidas. No currículo comandando o Coelho, ele tem anotado a conquista da Série B de 1997, a Série C de 2009, o Campeonato Mineiro de 2016 e a conquista do acesso para a Série A em 2015. No final de maio, Givanildo de Oliveira foi demitido do Remo e está sem clube.

Guto Ferreira, que estava justamente no Bahia, Marcelo Oliveira, bicampeão brasileiro com o Cruzeiro (2013/2014), Dorival Júnior, que já treinou Cruzeiro e Atlético, Ricardo, que deixou o Vasco no começo do mês e Doriva, que estava na Ponte Preta, são as outras alternativas para a equipe mineira. Obviamente, alguns desses treinadores que estão disponíveis no mercado, costumam ter remunerações acima do teto salarial americano, o que pode ser um fator de dificuldade para a reposição imediata.

O primeiro compromisso do América após a Copa do Mundo será no dia 19 de julho, contra o Cruzeiro, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados