Menu

Coluna / Álvaro Vilaça / Tempo Esportivo / Copa Eldorado Boa Viagem Pneus Continental já tem confrontos das quartas de final definidos

Todo ano é a mesma coisa e o assunto vira tema nacional: "O jogador não se reapresentou. É uma falta que o trabalhador comete contra seu empregador, como se tratássemos de um trabalhador comum. O jogador tem que se reapresentar porque são as regras do clube. Justifica que o clube tome suas providências, mas a lei não diz quais. É uma das coisas que a Lei Pelé carece. Um trabalhador comum pode ser demitido, mas o clube não pode se desfazer de um atleta de alto gabarito. É um patrimônio", declarou recentemente um dirigente de time da Série A do futebol brasileiro.

Os artigos 481 e 482 da CLT preveem faltas graves do empregador e do empregado, como por exemplo, concorrência desleal e indisciplina. Poucas delas serviriam para os atletas. Por isso a Lei Pelé precisa de regras próprias, que sejam capazes de nortear os assuntos jurídicos do futebol. Difícil apontar um motivo no geral, mas alguns atletas já ingressaram na justiça para pedir rescisão. Já têm a intenção de deixar o clube ou entendem que o contrato não é mais válido, sobretudo porque ocorrem atrasos salariais de três meses, o que permite que o contrato com um clube possa ser rescindido. Nessa conta entra tudo que o vínculo empregatício prevê, como por exemplo, o pagamento de fundo de garantia, mas não contratos firmados à parte, como o direito de imagem.

Mas, há situações que destoam desse tipo de ruptura entre clubes e atletas. Falo especificamente, daquelas em que envolvem terceiros interessados nas negociações. É o que se apresenta nesta situação envolvendo o meia Arrascaeta do Cruzeiro. Parece que alguns fatores não foram levados em conta: O jogador tem vínculo com o clube por mais três temporadas, recebe uma fábula de dinheiro em dia e, principalmente, é um dos principais ídolos da torcida. Sendo assim, não há como sair em defesa do jogador que, pelo fato de ter recebido uma proposta de outro grande clube do Brasil, o Flamengo, simplesmente não apareceu em Belo Horizonte para treinar. O representante do atleta denunciou supostas ameaças inseriu Arrascaeta como uma vítima da situação e agora exige a negociação com o time carioca. Ora, o uruguaio é um dos maiores ativos do Cruzeiro, é patrimônio do clube, não pode ser liberado a preço de “banana”. A sensação é de que há alguém orientando o jogador a se rebelar, o que poderá ser desastroso para todas as partes envolvidas. Profundamente lamentável!

Por outro lado, para contextualizar, Arrascaeta foi contratado pelo Cruzeiro em 2015 por oito milhões de euros. Só que, deste total, o clube pagou um percentual bem pequeno. Primeiro, o clube ficaria com 50%. Depois, foi cedendo percentuais por não pagar. Ao final, ficou com 25% sendo que boa parte não paga tanto que o Defensor cobra dívida na Fifa. É até difícil saber quanto de fato o clube pagou, mas certamente foi um percentual pouco significativo do total. Independentemente da questão financeira, Arrascaeta jogou pelo Cruzeiro esses três anos e fez uma diferença técnica significativa a favor do clube, como se pode até perceber pela tentativa de segurá-lo. Isso praticamente sem investimento real do Cruzeiro.

Arrascaeta não é exceção. O Cruzeiro tinha na Fifa dívidas que somavam R$ 50 milhões, segundo o último dado divulgado. Mas, circulam informações que este valor pode ser bem maior. Não se sabe o montante atual. Grande parte foi gerado pela diretoria anterior. A atual diretoria celeste contratou Fred e já perdeu uma ação para o Atlético de R$ 10 milhões, contratou Mancuello do Flamengo e também não pagou uma parte dos valores acordados.

Observem que este texto começa citando problemas jurídicos e financeiros entre clubes e atletas, fala da interferência dos agentes no futebol profissional e termina pontuando sobre compromissos não honrados pelos clubes com outros clubes, no caso, o Cruzeiro. Mas, não pensem que este é um problema apenas da equipe celeste. A lista é enorme e envolve quase todos os grandes do futebol brasileiro. O Cruzeiro ficou em evidência porque o assunto do momento é a situação de Arrascaeta.

Em resumo, não há ninguém absolutamente certo em todo esse imbróglio e o que se vê é um futebol brasileiro cada vez mais fragilizado do ponto de vista financeiro e até moral, exceções feitas a Flamengo e Palmeiras que parecem viver na Europa ou em outro mundo tamanho a discrepância de recursos financeiros entre eles e o restante dos clubes do País!

Após jogos dramáticos, Copa Eldorado Boa Viagem Pneus Continental já tem confrontos das quartas de final definidos

A fase de oitavas de final da 27ª Copa Eldorado Boa Viagem Pneus Continental teve início no último sábado (5), apresentando jogos emocionantes, dramáticos e disputados. Nesta fase apenas os estádios Jaime Domingos Rosa (Serrinha), no bairro do Carmo e Emílio de Vasconcelos Costa (Ideal), no São Geraldo, serviram como palco para as decisões do ‘mata’ que garantiram classificação e passagem para as quartas de final do campeonato.

No campo do Ideal o primeiro confronto foi disputado entre NF Amigos / River e Feriado, num jogo pegado onde o placar magro de 1 x 0 favoreceu o time NF Amigos / River, gol assinalado por Yan, camisa 9, aos 47 minutos do primeiro tempo. No jogo de fundo, também muito disputado, Pedro (04) aos 29 minutos da primeira etapa, marcou em favor do Ideal Sport Club, garantindo o avanço do Galo da Gamela para a próxima fase.

No Campo do Serrinha, o primeiro embate foi um dos mais dramáticos de toda a rodada. Bela Vista Futebol Clube e São Sebastião das Pindaíbas fizeram uma partida digna das tradições da Copa Eldorado. Aos 18 minutos do tempo inicial Ronaldinho (09) abriu o marcador para a equipe de Pindaíbas, mas no segundo tempo o Bela Vista voltou com tudo e empatou a partida com gol assinalado por Bedeu (09). No entanto, Diego Lessa (04) não permitiu que o confronto fosse levado às penalidades e aos 49 minutos do tempo regulamentar marcou o segundo gol do time, eliminando o Bela Vista e garantindo a segunda vaga nas quartas de final para São Sebastião das Pindaíbas. Na segunda partida os donos da casa, Santa Helena / Point das Fábricas entraram em campo para confrontar o time da AFP / Cooperlíder, mas nenhum gol foi marcado, levando o embate à disputa de pênaltis. Nas cobranças dos penais a equipe do bairro do Carmo, Santa Helena / Point das Fábricas, sagrou-se vencedora, triunfando por 4 x 2. Gols de Maike, Guilherme, Diogo e Sirlei contra tentos de Ceará e Renan para o adversário. Tuté e João perderam as cobranças, que foram defendidas pelo goleiro Jonathan.

Num jogo dramático, o São Sebastião de Pindaíbas eliminou o Bela Vista da Copa Eldorado. O Campo do Serrinha recebeu um grande público, mais uma vez / Foto: DivulgaçãoNum jogo dramático, o São Sebastião de Pindaíbas eliminou o Bela Vista da Copa Eldorado. O Campo do Serrinha recebeu um grande público, mais uma vez / Foto: Divulgação

As equipes NF Amigos / River, São Sebastião das Pindaíbas, Ideal Sport Club e Santa Helena / Point das Fábricas já garantiram vaga nas quartas de final e voltam a campo neste próximo final de semana.

A exemplo do que aconteceu no sábado, no complemento da rodada, no domingo (06), o ‘mata’ para saber quais times se classificariam para as quartas de final, também aconteceram nos campos do Ideal e do Serrinha.

No campo do Ideal, a disputa entre Industrial / Reitran e Turma do Pagode foi acirrada e decidida nos detalhes. O Industrial / Reitran levou a melhor com vitória de 2×0. O primeiro tempo foi finalizado sem gols, mas, aos 11 minutos da etapa complementar, Eligol (11) abriu o placar. O segundo gol veio aos 27 minutos, marcado pelo camisa 14, Matheus, ampliando e garantindo a vitória e a classificação do Industrial. No jogo de fundo, a disputa foi intensa entre Cap e Expresso Progresso. O CAP protagonizou a maioria dos lances de perigo do jogo e levou a vitória, por 2 a 0. O primeiro gol foi marcado ainda na etapa inicial por intermédio de Escarpele (09), aos 38 minutos. O gol da tranquilidade veio aos 23 minutos da etapa complementar, marcado por Matheus (16), que, assim, garantiu a vitória do CAP e sua classificação para as quartas de finais.

No Serrinha, o Corinthians / União Alvorada disputou a classificação com o time do Montreal. Mesmo com um jogo quente e movimentado, o primeiro gol veio apenas aos 46 minutos do primeiro tempo, quando Eustáquio (04) marcou a favor do Corinthians / União Alvorada. Aos 31 minutos da etapa complementar, Aroni (11) aliviou a torcida e marcou o segundo gol do time, garantindo a classificação para as quartas de final e eliminando o Montreal da competição. Na segunda partida do dia, no Serrinha, mesmo com um jogo bastante disputado entre Sete de Setembro / POP FM e União do Morro / Santa Cruz, a classificação não foi decidida nos 90 minutos regulamentares. Nas cobranças de pênaltis, o Sete de Setembro / POP FM levou a melhor e venceu por 4 a 2 garantindo a classificação para as quartas de finais. Gols de Henrique, Renatinho, Wendel e Diego. Jonathan e Matheus assinalaram para o time rival.

Desta forma, as equipes NF Amigos / River, São Sebastião das Pindaíbas, Ideal Sport Club e Santa Helena / Point das Fábricas, Industrial / Reitran, Corinthians / União Alvorada, CAP e Sete de Setembro / POP FM garantiram vaga nas quartas de final e voltam a campo no próximo final de semana. Todas as partidas serão realizadas no Campo do Serrinha.

Desta forma a programação de jogos que irão apontar os semifinalistas da Copa Eldorado ficou assim:

Sábado:
14h15 – CAP x São Sebastião de Pindaíbas
16h15 – Sete de Setembro – POP FM x NF Amigos - River

Domingo:
8h15 – Ideal x Corinthians – União Alvorada
10h15 – Santa Helena – Point das Fábricas x Industrial – Reitran

A grande decisão da Copa Eldorado está prevista para o dia 26 de janeiro, na Arena do Jacaré. Mais de R$ 10.000,00 em dinheiro troféus e medalhas serão distribuídos para os três primeiros colocados.

Acompanhe todas as novidades do torneio pela Rádio Eldorado AM1300, nos programas Tempo Esportivo (11h), Eldorado nos Esportes (17h) e Resumo Esportivo (aos sábados, às 11h), além dos veículos parceiros, Portal Sete, Setelagoas.com.br, Jornal Notícia, Jornal Hoje Cidade e TV Sete Lagoas em parceira com a TV Câmara.

Álvaro Vilaça é formado em Comunicação Social e Marketing, apresentador de TV, ex-narrador e ex-repórter esportivo da Rádio Inconfidência de Belo Horizonte, Diretor de Programação e Coordenador de Esportes da Rádio Eldorado e do Jornal Hoje Cidade. Também é o responsável pela coluna de Esportes do Jornal Notícia e é professor de Negociação, Compras e Marketing das Faculdades Promove de Sete Lagoas. Pós-Graduado em Administração e Marketing.




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados