Menu

Coluna / Álvaro Vilaça / Tempo Esportivo / Copa João da Cunha começa com bons jogos e muitos gols

Os torcedores de alguns dos clubes mais populares do Brasil estão com atenções divididas neste mês de março: Flamengo, Palmeiras, Grêmio, Internacional, Cruzeiro, Atlético Mineiro e Athletico Paranense já entraram em campo duas vezes. Todos sabem que não há muita margem para erro numa competição tão traiçoeira. O Atlético que o diga, porque após passar sem sustos pela fase seletiva, vive uma realidade muito diferente dentro do Grupo E. Os principais investimentos feitos pela diretoria foram para o setor defensivo e de fato o Atlético melhorou a sua condição por ali, exceto na lateral direita, onde a indefinição quanto ao titular continua. Por outro lado, do meio pra frente os velhos problemas persistem: Lentidão para a transição da defesa para o ataque, pouca capacidade de marcação dos volantes e falta de criatividade diante de adversários que se postam totalmente atrás da linha da bola.

Com um investimento ambicioso, um elenco cheio de estrelas e um técnico muito experiente, o Flamengo de Abel Braga está cotado como um dos favoritos para a conquista do título, algo esperado desde 1981, ano do único título do torneio por parte da equipe rubro-negra.

O Grêmio está ainda mais forte do que no ano passado e promete entrar firme na briga pelo tetracampeonato. O setor ofensivo da equipe gaúcha é o que mais impressiona pela qualidade individual dos jogadores.

O Palmeiras, com apoio da Crefisa, segue sendo o clube brasileiro com o maior poder de investimento. Pelo terceiro ano seguido conseguiu formar duas equipes com praticamente as mesmas condições técnicas. Em campeonatos de pontos corridos e de regularidade será sempre um franco favorito a conquistar o troféu. O grande desafio do Verdão é manter essa mesma competitividade em torneios eliminatórios, como Copa Libertadores e Copa do Brasil.

O Cruzeiro manteve a base do ano passado, trouxe mais algumas peças e segue muito competitivo, sobretudo por causa de seu comandante fora das quatro linhas: Mano Menezes é uma referência na montagem de estratégias para jogos de competições de “mata-mata”. Pelo Cruzeiro já conquistou duas Copas do Brasil e esteve perto de decidir uma Libertadores. Como o time caiu no grupo mais fácil do torneio (Grupo B), a Raposa tem tudo para fazer uma ótima campanha, se classificar como melhor primeiro colocado geral, levar várias vantagens para a próxima fase e fazer frente aos outros adversários na luta pelo tricampeonato.

Daqui até novembro, emoções não faltarão para as torcidas brasileiras e mesmo para aqueles times que, teoricamente, estejam abaixo de outros, o fator de imprevisibilidade da Copa Libertadores costuma diminuir os abismos técnicos e proporcionar surpresas incríveis na maior competição das Américas. Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos!

Atlético mantém a ponta e bicampeã do interior entra na zona da degola no Módulo I

O Campeonato Mineiro do Módulo I ganha contornos de decisão neste momento. Faltando apenas duas rodadas para o fim da fase de classificação, praticamente nada está definido e todos os 12 participantes ainda têm algum tipo de aspiração nesta reta final.

Enquanto Atlético, América e Cruzeiro brigam pelo primeiro lugar geral, várias equipes do interior tentam carimbar o passaporte para a etapa eliminatória, dentro do G8 e ainda tem a briga dramática de Tupi, URT, Villa Nova e Guarani, contra o rebaixamento para o Módulo II de 2020.

Pelo menos duas situações chamam a atenção na parte de baixo da tabela: O Tupi de Juiz de Fora, que em 2017 foi rebaixado para a Série C do Campeonato Brasileiro e no ano passado foi novamente rebaixado de divisão, caindo para a Série D, também está muito próximo de deixar a divisão de elite do futebol mineiro. Com apenas 04 pontos, se perder sábado para o Cruzeiro, estará matematicamente rebaixado.

A outra equipe ocupante da zona da degola é a URT, que curiosamente, foi campeã do interior nas últimas duas edições do Campeonato Mineiro.

Na luta pelo primeiro lugar, Atlético e América dependem apenas de suas próprias forças, uma vez que se enfrentam no próximo domingo no Mineirão. Se o Galo vencer, já garante com uma rodada de antecipação o primeiro lugar geral. Se o Coelho triunfar, ainda vai precisar de mais uma vitória na última rodada. O Cruzeiro corre por fora e sabe que terá de vencer os dois jogos restantes e ainda torcer por tropeços de Atlético e América.

Os resultados da 9ª rodada foram os seguintes:

Guarani 1 x 0 URT
Patrocinense 0 x 1 Atlético
América 2 x 0 Tupynambás
Villa Nova 1 x 0 Caldense
Cruzeiro 2 x 0 Tombense
Boa Esporte 4 x 1 Tupi

Veja a classificação atualizada após nove rodadas:

Fonte: FMFFonte: FMF

Veja os jogos programados para a penúltima rodada da primeira fase:

Sábado:
16:00 – Guarani x Tombense – Divinópolis
16:00 – Tupi x Cruzeiro – Juiz de Fora
16:00 – Villa Nova x URT – Nova Lima
17:00 – Patrocinense x Boa Esporte - Patrocínio

Domingo:
11:00 –Caldense x Tupynambás – Poços de Caldas
16:00 – Atlético x América – Belo Horizonte (Mineirão)

Após cinco jogos, Democrata segue sem vencer e permanece na zona de rebaixamento

O Democrata segue vivendo dias terríveis no Campeonato Mineiro do Módulo II. Após cinco rodadas, o time soma dois pontos, com 03 derrotas e dois empates e ocupa a última colocação na tabela de classificação. A Federação Mineira de Futebol determinou que apenas uma equipe seja rebaixada para a Terceira Divisão Estadual, já que a outra vaga de descenso está reservada para o Tricordiano, que abandonou a disputa alegando problemas financeiros.

Na reestreia de Paulino Guará como treinador, o Democrata recebeu o Uberlândia e voltou a decepcionar o seu torcedor, que aliás, compareceu em pequeno número na Arena do Jacaré.O Verdão venceu por 2 a 0, em duelo válido pela quinta rodada. Fernandinho, aos 12 minutos do primeiro tempo, e Jhulliam, aos 48 da segunda etapa, marcaram para o time do Triângulo Mineiro, que chegou aos 10 pontos, assumindo a terceira colocação (G4), zona classificatória para as semifinais.

Nos outros jogos do final de semana, o principal destaque foi, mais uma vez, o Serranense, que lidera a divisão de acesso com 13 pontos ganhos. A grande decepção é o Ipatinga, que já foi campeão mineiro em 2005 e que ainda não conquistou nenhuma vitória, estando ameaçado de cair para a Terceira Divisão Mineira.

Em Uberlândia, outro time visitante que venceu foi o Coimbra, que derrotou o CAP Uberlândia com 2 a 1. Lucas e Bruno Gonçalves fizeram os gols do Coimbra, com Cleuber anotando para o CAP Uberlândia. A vitória manteve a invencibilidade do Coimbra que chegou aos onze pontos ganhos e na vice-liderança do Módulo II.

Na cidade de Nova Serrana, o Serranense segurou a liderança e a invencibilidade no Módulo II ao derrotar o Democrata de Governador Valadares por 1 a 0.

Em Uberaba, o Uberaba venceu o Ipatinga de virada por 2 a 1. Todos os gols aconteceram no primeiro tempo:- Levi abriu o marcador para o Ipatinga, com Wallace e Thiago Silvy fazendo os gols do Uberaba.

Com a vitória, o Uberaba chegou aos sete pontos ganhos, e o Ipatinga continua sem vencer na competição e com apenas dois pontos ganhos e somente não está na lanterna do Módulo II pois tem um saldo de gols melhor que o do Democrata de Sete Lagoas.

A sexta rodada tem os seguintes jogos agendados para este final de semana:

Sábado:
15:00 – Athletic x CAP de Uberlândia – São João Del Rey
16:00 – América-TO x Democrata-SL – Teófilo Otoni
16:00 –Coimbra x Ipatinga – Sete Lagoas
18:30 – Uberaba x Tricordiano– Uberaba(jogo cancelado)

Domingo:
10:00 – Uberlândia x Serranense - Uberlândia
Segunda-feira:
20:00 – Democrata-GV x Nacional de Muriaé – Governador Valadares

Após cinco rodadas, a classificação do Campeonato Mineiro do Módulo II é a seguinte:

Fonte: FMFFonte: FMF
Copa João da Cunha começa com bons jogos e muitos gols

Começou a 19ª edição da Copa João da Cunha de futebol amador, uma das principais competições de Sete Lagoas e região e que faz parte do calendário esportivo do município. Os últimos campeões da Copa foram o Garimpeiro em 2017 e o Montreal no ano passado.

 Foto: PMSL / O Montreal conquistou o título da Copa João da Cunha edição 2018 Foto: PMSL / O Montreal conquistou o título da Copa João da Cunha edição 2018

Nesta edição, 20 equipes foram inscritas e divididas em quatro grupos de cinco agremiações:

Chave A: Bela Vista, Dallas Gollo, Serra Verde, Lanchonete do Ponto e Progresso Promec
Chave B: Grêmio Alkaeda, Abc Celulares, Chape, Paraíso e São Sebastião
Chave C: Lagoinha, Amigos CDD, Montreal, Bosque e Garimpeiro
Chave D: Inter União Juventude, PSI, União Alvorada e Santa Cruz/Santa Helena

Seguem os resultados da primeira rodada:

Montreal EC 0 x 2 Garimpeiro
Bela Vista 02 x 02 Serra Verde
Amigos CDD 01 x 00 Lagoinha
União Alvorada 09 x 00 Inter FC
União Juventude 03 x 00 PSI
Expresso Progresso/Promec05 x 01 Lanchonete do Ponto
Abc Celulares 02 x 04 São Sebastião das Pindaíbas
Paraíso EC 00 x 04 Chape FC

A segunda rodada será toda realizada no Campo do Eucalipal e tem os seguintes confrontos programados para os próximos dias:

Quarta-feira:
19:30 – Bosque x Lagoinha

Sábado:
14:00 – Inter x PSI
16:00 – Serra Verde x Expresso Progresso
18:00 - Chape x ABC Celulares

Domingo:
08:45 – Santa Cruz – Santa Helena x União Alvorada
10:45 – Paraíso x Grêmio Alkaeda
13:00 – Montreal x Amigos CDD
15:30 – Dallas Gollo x Bela Vista

Folgam na rodada: São Sebastião, Garimpeiro, Lanchonete do Ponto e União Juventude.

Álvaro Vilaça é formado em Comunicação Social e Marketing, apresentador de TV, ex-narrador e ex-repórter esportivo da Rádio Inconfidência de Belo Horizonte, Diretor de Programação e Coordenador de Esportes da Rádio Eldorado e do Jornal Hoje Cidade. Também é o responsável pela coluna de Esportes do Jornal Notícia e é professor de Negociação, Compras e Marketing das Faculdades Promove de Sete Lagoas. Pós-Graduado em Administração e Marketing.

 




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados