Menu

Coluna / Recursos Humanos / A crise nossa de cada dia!

Há quem ainda não admita, mas a crise já se instalou, mas não de uma forma generalizada, pois há diversos setores que estão em alta neste período de desaceleração industrial, queda significativa no varejo e aumento da inflação.

Não precisa ser nenhum entendido de economia, para saber que quando a indústria desacelera, as vendas no varejo são reduzidas, o crédito dos bancos diminui e a Foto: www.afarias.blog.brFoto: www.afarias.blog.brinadimplência aumenta, estas combinações refletem como uma bomba, diretamente no mercado de trabalho.

Os primeiros reflexos, também atingem quem permanece no emprego, com a redução de oportunidade de promoção interna, redução dos resultados por produção ou lucro (comissão de vendas), entre outros. Ou seja, mesmo permanecendo no emprego, a realidade é outra em diversos setores.

O segundo reflexo atingirá os empregados, que compõem o quadro de colaboradores que são passíveis em relação à redução e controle de custos, ou seja, dependendo da sua função ou cargo, passará a enquadrar na lista de redução de custos (corte de funcionários).

Afinal de contas o que fazer com “A crise nossa de cada dia?”
Primeiro passo é entender a crise a partir do mercado, setor e cargo que você ocupa, assim é possível avaliar o passo a passo que deverá seguir.

Atualmente independente do cargo e setor, nenhum funcionário é ingênuo o bastante para não perceber e saber que quando a crise se instala cada qual dentro da empresa, contribuirá dentro das suas atribuições funcionais para superar a crise, mas vale à pena rever estas dicas:

1 Valorize seu emprego, em momentos de crise as vagas diminuem e as vezes os benefícios.
2 Empenhe-se, faça melhor, pois se não o fizer um novo funcionário fará em seu lugar por menos.
3 Compreenda a situação da sua empresa, use sempre o bom diálogo e contribua com sua parte.
4 Fazer mais com menos e fazer sempre o melhor é um dos caminhos seguros da superação.
5 Ao ser demitido, reavalie o mercado de trabalho com informações atualizadas do seu setor.

Cuidado! Ao administrar seu seguro desemprego e a verba indenizatória em tempo de crise, pois as vagas dentro do seu perfil podem estar reduzidas e provavelmente o tempo de procura e ofertas foram alterados.

Para muitos é apenas mais uma fase na lei natural da economia, que em determinado período está normal ou em alta e outros em baixa, valendo a velha história da “Formiga e a Cigarra “ mesmo assim sendo você formiga ou cigarra cada qual tem sua crise de cada dia pra resolver.

Breno Boges

Bacharel em Administração pela UNIFEMM – Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Pessoas pela faculdade SENAC – BH – Obtenção de novo título em Psicologia - Consultor RH – Especialista em Gestão estrategica de Pessoas. Analista Profiler - Consultor em Sete Lagoas e região da Rede de Recrutadores do Brasil.
Adminitrador da agência APOLO – www.APOLO.srv.br

 



Publicidade
Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar