Menu

Coluna / Recursos Humanos / Aprendendo com a demissão

São muitos que iniciaram 2015 demitidos do seu último emprego e a expectativa para a próxima conquista no mercado vem atrelada a diversas indagações.

A sensação de impotência, insegurança e até desespero é sentida por muitos, que transformam o momento em uma experiência traumática. Sua demissão pode contribuir positivamente ou negativamente em suas novas buscas, é preciso saber tirar proveito do aprendizado.

O assunto é extenso e requer maior atenção, mesmo assim é possível ser analisado pelo próprio candidato e alguns pontos importantes revistos. Gerar reflexões positivas e esclarecedoras é o único caminho, por isto comece respondendo algumas perguntas, como:

• Você consegue identificar o real motivo da sua demissão? Qual?
• Você consegue identificar semelhança, desta demissão com outras anteriores?
• Sua demissão foi uma surpresa ou percebeu fatores que a premeditavam? Quais?
• Através de atitudes ou ações, você poderia ter evitado a sua própria demissão? 
• Seu desempenho profissional estava correspondendo às expectativas do cargo?
• Faz parte da política da empresa a substituição de profissionais por motivos de custos?

Pesquisas realizadas por grandes consultorias de RH do Brasil apontam as principais razões mais comuns que geram demissões nas empresas:

1. Baixo desempenho - 34%
2. Falta de adequação a cultura da empresa - 26%
3. Relacionamento ruim com a equipe - 16%
4. Atrasos e faltas - 12%
5. Relacionamento ruim com o superior - 10%
6. Outros Motivos - 02%

Mas quando a demissão está relacionada diretamente a fatores econômicos é importante que o candidato reveja seu retorno e reposicionamento no mercado de trabalho, uma vez que dificuldades para encontrar os mesmos patamares salariais e benefícios, surgirão como obstáculos.

As vezes é necessário rever os hábitos e ter nova postura para recomeçar em um novo trabalho / Foto Ilustrativa: dicasdeemprego.com.brAs vezes é necessário rever os hábitos e ter nova postura para recomeçar em um novo trabalho / Foto Ilustrativa: dicasdeemprego.com.br

MUDANÇA DE POSTURA.

Reveja velhos hábitos, o mercado de trabalho esta em constantes mudanças, reposicione-se.
Esteja preparado para o novo, independente da sua área de atuação, atualize-se. 
Se precisar retroagir nos benefícios/salários, analise com atenção, pode ser uma oportunidade.
Não adianta só focar no ultimo emprego como referencia para a próxima recolocação, o mercado em seu setor pode ter sofrido alterações.

REVEJA VOCÊ MESMO:

Qual é a minha maior qualidade? 
Quais são meus pontos fortes?
Em qual aspecto preciso melhorar? 
Esteja aberto a sugestões e novos desafios!
Independente do motivo da sua demissão agora é hora de ir à luta. E lembre-se, seu maior motivador é você mesmo impulsionado pelo desejo de mudanças, novas oportunidades e conquistas!



Bacharel em Administração pela UNIFEMM – Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Pessoas pela faculdade
SENAC – BH – Obtenção de novo título em Psicologia - Consultor RH – Especialista em Gestão estrategica de Pessoas
Analista Profiler - Consultor em Sete Lagoas e região da Rede de Recrutadores do Brasil.
Adminitrador da agência APOLO – www.APOLO.srv.br 
Diretor de Com. e Eventos CDL- Sete Lagoas.



Publicidade
Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar